Boa noite - Em Conselheiro Lafaiete - MG, hoje é Quarta-Feira, 26 de Novembro de 2014 - Agora são: 20:48:15 Você esta aqui : Home - Educação
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Pesquisar

Jornal Correio da Cidade

Educação

Desempenho em Ciências no exame Pisa

E-mail Imprimir PDF

José Antônio dos Santos
Mestre pela UFSJ

Vamos retornar aos comentários sobre o baixo desempenho do Brasil no exame internacional dos estudantes, o Pisa, principalmente em Ciências. Não consigo entender algumas coisas em educação. Há anos, a revista Nova Escola, por exemplo, anuncia experiências de professores em aulas de ciências e matemática. Será que os alunos contemplados por elas ainda não chegaram ao curso superior? Nenhum deles ainda fez o Pisa? As práticas trazidas pela revista não estariam sendo eficientes? Poderíamos apresentar vários outros questionamentos que talvez nos levassem a concluir que há mais propaganda do que ação efetiva das escolas. Ou, ainda, que as inovações ficam nas mãos de professores e não são assumidas oficialmente pelas instituições. Por que os alunos estão se saindo mal em ciências e matemática?

 

Enem e escolas que permitem tudo

E-mail Imprimir PDF

José Antônio dos Santos
Mestre pela UFSJ
Contato: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

As escolas que permitem tudo estão mal no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Isso é perceptível nos resultados parciais liberados pelo Inep, site oficial do governo. Essas escolas são boazinhas. Permitem que alunos entrem e saiam, sem restrições. Isso ocorre nas públicas e nas particulares. Nessas particulares o lema é: são eles que pagam os salários de vocês. Nas públicas, está subtendido que o que não tem dono, não tem regras. Muitas estaduais têm vivido a lógica da permissividade, onde vale tudo! Apesar desse desgoverno, algo chamou atenção nos resultados do Enem 2012.

 

Escola no Google

E-mail Imprimir PDF

José Antônio dos Santos
Mestre pela UFSJ


Essa notícia reforça o que tenho defendido: a instituição escolar vai mudar, pressionada por forças extrínsecas, ou seja de fora para dentro. E isso está ocorrendo aos poucos. Só acho lamentável que a instituição que ensina aos alunos que preciso mudar seja incapaz de provocar  mudanças em si mesma. Quando simula inovação, cai apenas em modismos como foram os famigerados programas de qualidade total e o 5S. Quem fala mais neles? Modismos não deixam lastros; apenas marcas negativas.
Espero que as ideias abaixo não tenham a pobreza dos modismos. Apesar de que o que você vai ler, a seguir, já traga o ranço do instrucionismo, que consiste em informações estanques em que o aluno ou leitor apenas se apropria delas como se fossem absolutas e de forma acrítica. Esse padrão impede que o estudante seja protagonista, quando o mundo atual pede que sejamos atores críticos, se quisermos ser inovadores.

 
Página 13 de 43
Banner
Banner
Banner


Enquete 1

Qual matéria chamou mais sua atenção?
 

Enquete 2

Na sua opinião, qual o maior problema de Conselheiro Lafaiete?
 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Classificados

Banner

Menu do Usuário


Edição Atual

Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Previsão do Tempo

Usuários On line

Nós temos 245 visitantes online

Contador de Acesso

Visualizações de Conteúdo : 7025949

Expediente

Expediente DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORES: Juliana Monteiro / Camila Viana PAGINAÇÃO GRÁFICA: Cláudia Mara / Daniel Vieira / Raquel Gonçalves Martins REPORTAGEM: Frances Santana / Caroline França / Rafaela Melo PUBLICIDADE: Letícia Molinares / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Gilberto Carlos da Silva / Claudinei Rodrigo da Silva IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro / Camila Viana

Qual a sua denúncia?

Banner

História do Jornal CORREIO

Untitled Document

História do Jornal CORREIO

Em 23 anos, o periódico conquistou credibilidade e a confiança de leitores, venceu dificuldades e comemora marca histórica.

Juliana Monteiro Jornalista

Modéstia a parte, não é qualquer veículo de comunicação que pode se orgulhar da histórica marca de 1000 edições. Em 23 anos de circulação, o Jornal Correio da Cidade conquistou credibilidade e a confiança do leitor. É o mais antigo periódico em circulação ininterrupta no Alto Paraopeba, líder em assinaturas e vendas avulsas, o que se reflete na maior tiragem mínima da região, hoje fixada em 5 mil exemplares. Mas por trás de uma história de sucesso, há vários capítulos de luta e de superação.

Leia mais.

feed-image Fique por dentro!