Colunas


A briga com tucunarés, traíras e bicudas na véspera do Natal



Partimos para Manaus no dia 15 de dezembro. Após um belo pernoite, seguimos em voo fretado para Barcelos, embarcando no barco Hotel Kalua, já iniciando a pescaria no sábado, dia 16, após um suculento almoço. De Barcelos, partimos eu, Eduardo e Adnei, Ni­co (SP), meu parceiro, Francisco (RJ), um francês, dois alemães (pai e filho), uma dupla de americanos e os proprietários do barco, Ian com esposa e casal de filhos, Ale­xandre Mega com esposa e Rodrigo com o filho.

Foram seis dias de pescaria, entre o sábado, após o almoço, e a sexta, 22 de dezembro, quando retornamos para Manaus à tarde, onde pernoitamos. Voltamos  para Lafaiete dia 23/12. Apesar da chuva intensa, ocorreram muitas ações dos grandes tucunarés, além de bicudas e traíras.

Eu e meu parceiro, Nico, pegamos uma média de 60 tucunarés por dia, sem contar as bicudas e traíras. Todos capturaram muitos peixes, inclusive as crianças. Eduar­do e Adnei ficaram encantados com a viagem. Já tenho uma reserva para dezembro deste ano. Foi um espetáculo de pescaria, que eu recomendo.


Escrito por Pesca, no dia 26/01/2018