Comunidade


Blitz de fiscalização do Crea-MG na região de Lafaiete vai percorrer cerca de 100 obras



Uma equipe formada por seis fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) iniciou, na segunda-feira, 25 de março, uma blitz de fiscalização em Conselheiro Lafaiete. A ação, que acontece até o dia 29 de março, também vai verificar a regularidade das obras nas cidade de Cristiano Otoni, Queluzito, Santana dos Montes, Caranaíba e Itaverava. 

O principal objetivo da blitz é reforçar as fiscalizações de rotina que já são realizadas pelas inspetorias. O inspetor-chefe de Conselheiro Lafaiete, engenheiro civil Tulio Dutra, detalha que a fiscalização vai verificar a presença do profissional legalmente habilitado, com a devida Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), à frente de obras e serviços das áreas de engenharia, agronomia e geociências. “Esse tipo de ação assegura, tanto para a sociedade quanto para os profissionais e para o contratante, que as obras estão sendo executadas por profissionais habilitados, seguindo as normas técnicas estabelecidas”, afirma o inspetor.

Iniciadas no ano passado, as blitze também farão parte do planejamento da fiscalização do Crea-MG em 2019. Segundo o gerente de Fiscalização, engenheiro eletricista Nicolau Neder, o êxito alcançado pelas blitze em 2018 é a justificativa para continuar com essa ação. “As blitze mostram resultados extremamente eficazes na identificação de irregularidades. Seguiremos com essa metodologia em 2019, buscando eficiência e resultados cada vez mais significativos”, ressalta.

Balanço

Em 2018, foram realizadas 46 blitze em todas as regiões do estado, com um total de mais de 11 mil ações de fiscalização entre obras, empresas, contratos, quadro técnico e crédito rural. A fiscalização do Conselho é focada no exercício profissional da engenharia, agronomia, geologia, geografia e meteorologia, conforme prevê a Lei Federal 5.194/1966. 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 26/03/2019


Comente esta Notícia