Polícia


Comunidade da Linhazinha cobra respostas para assassinatos



"Há mais um ano, perdemos o Leandro e falamos que a polícia ia deixar tirar a vida de mais um para resolver alguma coisa. E foi isso que aconteceu. Agora, perdemos o Leonardo e ninguém dá respostas. A gente vive com medo". Esse foi o desabafo feito por amigos e membros da comunidade da Linhazinha, onde os dois irmãos cresceram.

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 10 de fevereiro



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 09/02/2018


Comente esta Notícia