“Falso padre” é detido em Casa Grande



Ela alegou que havia sido procurada por um homem, que alegou ser padre. Ele afirmou que celebraria uma missa na cidade, ao meio-dia. Suspeitando da situação, a zeladora repassou aos policiais as características do suposto padre, que foi abordado na mesma avenida. Ele caiu em contradição e, junto ao Copom, os militares constataram que o homem possuía registros por furto e importunação ofensiva ao pudor. Diante dos fatos, o acusado, identificado como João José, recebeu voz de prisão em flagrante, por falsidade ideológica. Com ele, foram encontrados: uma túnica de padre, estola, várias hóstias, quatro preservativos, corporal utilizado para colocar debaixo do cálice, um litro de vinho, uma taça e pirulitos. Todo o material foi apreendido.

 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Arquivo, no dia 17/05/2010


Comente esta Notícia