Região


28ª Romaria os Trabalhadores e Trabalhadoras vai refletir sobre os impactos da mineração



Refletindo sobre o tema "Mineração para que e para quem? Por uma economia a serviço da Vida", a Arquidiocese de Mariana realiza no dia 1º de maio a 28ª Romaria dos Trabalhadores e Trabalhadoras, em Congonhas.

Organizada anualmente, a edição deste ano deseja questionar os impactos da mineração causados à qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente, além de refletir sobre a perda de direitos dos trabalhadores, sobretudo aos ligados à atividade mineradora. "Queremos pautar estas reflexões e ampliar o debate, com vistas a fortalecer nossa organização e mobilização por melhores condições socioambientais, em defesa da vida, em todas as suas dimensões e expressões", diz a carta-convite assinada pelos organizadores, padre Marcelo Santiago e Flávia Ribeiro.

A concentração para a Romaria acontecerá a partir das 8h na Escola Estadual Lamartine, no bairro Praia. Após a caminhada, que sairá às 10h pelas ruas da cidade, haverá uma missa presidida pelo arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, na quadra do Colégio Piedade, próximo à Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

Caravanas

As inscrições para as caravanas já estão abertas. Os responsáveis podem fazer a inscrição de seu grupo na paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Congonhas, pelo telefone (31) 3731-1390 ou pelo e-mail paroquia.nossasenhoradaconceicao@yahoo.com.br.

SERVIÇO:

28ª Romaria dos Trabalhadores e Trabalhadoras

Tema: "Mineração para que e para quem? Por uma economia a serviço da Vida"

Data: 1° de maio

Local: Congonhas



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 11/04/2018


Comente esta Notícia