Política


Com medo de multa de R$150, eleitores correm ao cartório para cadastrar biometria



O medo de pagar uma multa de R$150 por não cadastrar a biometria tem levado muita gente ao cartório eleitoral, provocando filas e uma enxurrada de reclamações. Segundo comentário que circula pelas redes sociais, o prazo para regularizar essa situação junto à Justiça Eleitoral se encerra em dezembro. A informação, como tantas que lotam os aplicativos de mensagem, é falsa. Segundo o técnico Judiciário chefe do Cartório da 87ª ZE (em substituição) Lawrence Santos, Conselheiro Lafaiete, Catas Altas da Noruega, Itaverava e Lamim já iniciaram o cadastramento de biometria. Porém, trata-se de revisão biométrica ordinária, ou seja, não obrigatória. "Todos que desejarem efetuar seu cadastramento biométrico podem, sim, fazê-lo. Todavia, não existe prazo final para o procedimento, tampouco multas a serem aplicadas. Quando houver a obrigatoriedade da biometria para os municípios que compõem a 87ª Zona Eleitoral, haverá ampla divulgação nos meios de comunicação", assegura.

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 2 de dezembro.

 



Escrito por Redação, no dia 01/12/2017