Frei Tibúrcio

Frei 1394/2017

Dengue

Depois de passar por uma epidemia terrível de dengue, que atingiu quase três mil pessoas no ano passado, Lafaiete começa, para a infelicidade do mais indiferente dos jacarés, a enfrentar o problema novamente. Pelo menos 40 bairros da cidade - leia re­portagem completa na página 10, possuem foco do mosquito transmissor da doença. No mês de outubro, foram quatro notificações de casos prováveis. Um perigo para a população.

Alerta

Apesar das políticas públicas eficientes e do trabalho de formiguinha dos agentes da dengue, é necessário que a população abrace a causa e contribua para diminuir os focos da perigosa doença, que já foram encontrados em 40 bairros do município. Portanto, todo cuidado é pouco.

Crise

O setor da construção civil em Lafaiete, que viveu seu apogeu entre os anos de 2010 e 2013, já contabiliza milhares de demissões. O segmento culpa a recessão econômica e também a grande oferta de imóveis para justificar o momento ruim. A boa notícia é que os preços de imóveis e de terrenos estão voltando aos patamares de 2008.

Escolas violentas

A violência nas escolas, escancarada com o tiroteio de Goiânia, não se restringe a episódios externos. Em Lafaiete, por exemplo, a maioria das escolas já registrou agressões físicas e verbais de alunos a professores e funcionários. O caos não discrimina educandário e ataca escolas públicas e, também, particulares.

Indefinição

Ninguém arrisca dizer que é candidato pelo partido A ou pela sigla B. A operação Lava Jato cuidou de bloquear sonhos, revirar o passado e estremecer o presente de muitos caciques políticos mineiros, que até o ano passado influenciavam, decisivamente, o interior do estado. Agora, com as investigações, está tudo parado, devendo continuar assim até que a gloriosa operação divulgue mais delações. O cenário político nunca esteve tão nebuloso.

Foguetes

A coluna vai soltar um foguete de 10 estalos para a empresa Localix, que cuida da limpeza do municipío. Não é fácil manter uma cidade sempre limpa com tantos sugismundos e milhares de sem educação. É muita gente que joga tudo que tem nas mãos em bueiros e logradouros públicos. Não é fácil prestar serviço de limpeza em Lafaiete.

 


Coluna enviada no dia 10/11/2017




Comente esta coluna

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro