Frei Tibúrcio


Frei Tibúrcio 1361/2017



Cruzes

Os inestimveis vereadores da vizinha cidade de Congonhas aprovaram, pasmem, na calada da noite, ajuda de custo para cobrir a alimentao daquelas simpticas figuras no valor de R$600 para cada edil (leia reportagem completa, inclusive com fotos, na pgina B3 desta edio). Como o glorioso Legislativo da Cidade dos Profetas tem 11 homens e duas mulheres pblicas, essa conta chega a R$7.800 por ms e a R$93.600 por ano. Uma vergonha para esse pessoal e tambm para esse importante municpio do Alto Paraopeba.

Oremos

Enquanto a operao Lava Jato chega junto para acabar com as mordomias e a farra do dinheiro pblico, a crise econmica e social pega a todos, indistintamente, eis que a vereana de Congonhas d esse pssimo exemplo para Minas e tambm para o Brasil. Queria dar a notcia que os edis daquele trepidante recinto se juntaram e tiraram do prprio bolso a grana para comprar o cafezinho, o pozinho e a gasolina do carro oficial. Seria magnfico dar uma nota dessas, mas infelizmente os caras e as duas vereadoras querem gastar mais o dinheiro pblico, esse sim, bom, farto, gratuito e pertencente ao povo sofrido e calejado. Vade retro ajuda alimentao indecorosa. 

Que coisa

Parece coisa combinada, mas verdade, prezados leitores: os caminhes de carvo, que atravessam o Centro de Lafaiete, vindos da regio de Itaverava, esperam a hora mais apertada do trnsito local, quando os nibus das mineradoras, da VSB e Gerdau chegam cidade, por volta das 18h, para entrarem em grande estilo no municpio. Eles sobem altaneiros e quase parando pelas ruas Duque de Caxias, Padre Lobo e Cefisa Viana, at ganharem a descida da perigosa avenida Telsforo Cndido de Resende, no centro da cidade.

Perigo

Depois da descida arretada da Telsforo, quase tombando para os lados, os caminhes e at carretas bitrem sobem o viaduto e chegam at a avenida Monsenhor Moreira, sentido Belo Horizonte. H denncias que pipocaram no genuflexrio desta coluna, informando que esses veculos fazem hora na cidade de Itaverava para chegarem em Lafaiete no horrio de pico. Isso evitaria, segundo apurou a coluna, a fiscalizao e tornaria mais fcil a passagem pelas barreiras. O que, cargas d?gua, esses caminhes podem estar carregando alm de eucalipto queimado? Com a palavra a nossa gloriosa Polcia Militar Ambiental (PMA).

Na surdina

Considerado um dos homens mais fortes e influentes do novo governo de Lafaiete, o secretrio de Governo, Dylan Franco, tem em mos um projeto audacioso que prev, entre outras coisas, a ocupao do Distrito Industrial de Lafaiete, hoje subutilizado, e a captao de novas empresas para nossa cidade. Segundo Dylan, a proposta mostrar para os empresrios que Lafaiete pode receber qualquer tipo de indstria, tem estrutura e atrativa para se investir. Contatos, nesse sentido, j esto sendo feitos e em breve, conforme garante, haver boas notcias.

Mrio Furaco

Se Dylan Franco seguir o ritmo frentico imposto desde o dia 2 de janeiro pelo alcaide Mrio Furaco Marcus, a tendncia que, em breve, o subutilizado Distrito Industrial do municpio possa receber mais empresas e pequenas indstrias. O lema de Dylan e de Mrio o seguinte: no d para perder empregos de jeito nenhum; se o empresrio gerar 10, 20 ou 30 postos de trabalho, ele ser bem vindo e a cidade vai agradecer e fornecer toda estrutura para quem quiser investir. Oremos!



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 31/03/2017


Comente esta Coluna