Comunidade

Como controlar a birra das crianças

Nos primeiros anos de vida a criança se alimenta através do leite materno, os pais escolhem suas roupinhas e a criança tem hora para dormir, acordar e comer, e consequentemente desenvolvem uma rotina. Quando a criança começa a falar, ela desenvolve também seus gostos e preferências e nessa fase de descobertas podem ocorrer certas situações que deixarão os pais de cabelo em pé.

 

A criança começa a ditar o que ela quer vestir, o que ela quer comprar no supermercado, pode implicar na hora de ir para o banho entre outras situações. A dúvida sobre o fazer é o que consome os pais - principalmente os de primeira viagem - e por isso elaboramos algumas dicas sobre o que fazer em certas situações. Confira!

 

Escolhendo a roupa infantil

 

Esse é um momento delicado, pois os pequenos começam a desenvolver seu estilo e gosto pelas roupas. Com tantas opções de roupas infantis fofas é natural que o pequeno queira se sentir elegante também, por isso é importante deixar a criança escolher o que fará ela se sentir bem, mas cabe aos pais utilizarem o bom senso sem desenvolver uma guerra com o pequeno. A dica aqui é simples: dê opções para a criança. Os pais podem pedir para a criança escolher entre 2 ou 3 tipos de roupas, assim ela desenvolve sua autonomia sem que os pais percam a autoridade.

 

Birra no supermercado e afins

 

Quando a criança começa a gritar, espernear no shopping, no supermercado ou em qualquer estabelecimento é uma cena desagradável tanto para quem vê quanto para os pais que estão naquela situação. O importante é não perder o controle, os pais precisam ser firmes e ao mesmo tempo acolhedores. Na hora que a criança começa a gritar ela quer atenção, então a solução é ignorar a birra. Se possível vá para um local reservado e assim que surgir uma brecha explicar de forma firme e acolhedora que entende o que a criança está sentindo, mas que naquele momento não será possível e que aquela atitude não irá resolver nada.

 

Na hora de se alimentar

 

Depois do primeiro aninho é comum que as crianças percam o interesse pela comida. Isso acontece porque eles estão na fase de descobrir coisas novas e isso faz com que a comida saia do campo de interesse deles. Na hora de comer cada colherada é uma vitória, então certifique-se de que tenha os nutrientes principais já no início da refeição.

 

Ensine os horário das refeições, faça a criança se sentar na mesa mesmo quando não quiser comer ou comer pouco, assim ela começa a se acostumar que existe horário para comer e a importância das refeições. Quando mais grandinhos é provável que a criança imite os pais, então certifique-se de que está sempre dando o exemplo e coma junto com a criança. Mostre que está feliz com aquela comida assim o pequeno vai sentir que está feliz também.

 

Guerra na hora do banho

 

A hora do banho pode gerar muito estresse para os pais, pois muitas vezes os pequenos interrompem uma atividade divertida e não entendem porque precisam entrar no chuveiro e, é nesse momento que a birra começa. A partir dos 3 anos é quando a criança começa a questionar o porquê de tudo e a birra é uma forma dela questionar a hora do banho. Para esses momentos a dica é que os pais tentem transformar a hora do banho em algo divertido, investir em brinquedos especificamente nessa hora ajuda a aumentar o interesse da criança. Quando as crianças são motivadas com brincadeiras e brinquedos na hora do banho ela relaciona o momento com algo divertido e favorável para o seu bem-estar. Outra dica é criar uma rotina, tente fazer com que a hora do banho seja sempre no mesmo horário.

 Aline Matos
Assessora de Imprensa (Link Builder)

 



Notícia enviada por Rafaela Melo, no dia 23/02/2016




Comente esta Notícia

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro