Política


Lei do SUS reforça denúncia que levou à exoneração de secretário adjunto de Saúde



Após ser livrado de uma Comissão Processante pela Câmara municipal, o prefeito Ivar de Almeida (PSB) ainda deve ser alvo de uma ação popular. Durante a votação realizada na quinta-feira, dia 6, a maioria dos vereadores disse não ao pedido de abertura de uma comissão processante. O principal argumento foi que não havia provas suficientes para instaurar o procedimento.

Leia a matéria completa na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 15 de agosto de 2015




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Rafaela Melo, no dia 14/08/2015


Comente esta Notícia