Região


Prêmio Gerdau Germinar divulga vencedores da quarta edição



Nesta semana, foram conhecidas as instituições de ensino vencedoras da quarta edição do Prêmio Gerdau Germinar. A iniciativa busca valorizar o desenvolvimento sustentável e conhecer os melhores projetos e práticas de educação ambiental de escolas públicas e privadas das cidades de Ouro Branco, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Itabirito, Moeda e Ouro Preto (distritos de Miguel Burnier e Mota). O evento, realizado em Ouro Branco, contou com a presença de educadores da região e autoridades locais.

Os vencedores de cada categoria foram o projeto “EcoEspaço de Cientistas Mirins”, da Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo, de Ouro Branco (Categoria Sementinha); projeto “Escola Sustentável: um caminho possível”, da Escola Municipal Senhor Odorico Martinho da Silva, de Congonhas (Categoria Raiz); projeto “Alfabetização Ambiental”, do Centro Educacional Municipal de Itabirito – Professor Alcides Rodrigues Pereira (Categoria Folha); projeto “Água do Céu, Água para Vida”, da Escola Estadual Maria Augusta Noronha, de Conselheiro Lafaiete (Categoria Fruto); projeto “Manda Chuva”, da Apae de Itabirito (Categoria Flor); projeto “Recape”, do Senai – Fiemg Unidade Ouro Branco (Categoria Árvore).

Para o diretor executivo da Gerdau Mining Americas, Marcus Rocha Duarte, iniciativas como o Prêmio Gerdau Germinar são capazes de mobilizar não apenas os alunos e educadores, mas também as famílias, trabalhando o tema educação de forma ampla. “As transformações e as soluções para uma localidade ou para um país devem, necessariamente, passar pela educação. E a premiação é uma forma de a Gerdau contribuir para o desenvolvimento das comunidades onde estamos inseridos”, ressaltou.

Este ano, mais de 50 escolas públicas e privadas inscreveram-se no prêmio. O vencedor de cada uma das seis categorias receberá uma verba que deve ser utilizada para implantação e execução do projeto, que terá início ainda em 2015. Todas as equipes premiadas terão o acompanhamento da Gerdau para o desenvolvimento da ação, com o intuito de colaborar para o alcance dos resultados esperados. Além dos alunos e da escola, a partir deste ano, foram reconhecidos também os educadores responsáveis pelos projetos vencedores. Como reconhecimento, eles terão a oportunidade de participar de uma capacitação sobre Liderança em Equipes de Projetos.

Entre os premiados, a expectativa é grande para o começo dos projetos, que contarão com o envolvimento de todos os estudantes. A educadora responsável pela iniciativa vencedora da categoria Folha, Alessandra de Oliveira Paranhos, explica que os alunos terão a oportunidade de ir a campo e participar de forma efetiva das ações. “Os jovens serão envolvidos em todas as etapas.

Para o planejamento, eles levantaram informações, deram sugestões e compartilharam ideias e, de agora adiante, contaremos ainda mais com eles”, informou.

O apoio da Gerdau ao projeto é direcionado pelo Instituto Gerdau, responsável pelas políticas e diretrizes de responsabilidade social da Companhia.

Mais sobre os projetos vencedores

Categoria Sementinha – Escolas de Educação Infantil

Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo (Ouro Branco)

Projeto Ecoespaço de Cientistas Mirins – construção de um local para vivências múltiplas, em que os alunos terão a oportunidade de aprender conceitos socioambientais, realizar experimentos e ter acesso à literatura científica.

Educadora responsável: Maragert Regina de Assis Isaaz

Categoria Raiz – Escolas do Ensino Fundamental, do 1º ao 5º ano

Escola Municipal Senhor Odorico Martinho da Silva (Congonhas)

Projeto Escola Sustentável: Um Caminho Possível – construção de uma horta e estufa para fornecer verduras e hortaliças para utilização na merenda escolar. Também está prevista a implantação de um sistema para captação de água da chuva.

Educadora responsável: Carmem Lúcia da Silva

Categoria Folha – Escolas do Ensino Fundamental, do 6º ao 9º ano

Centro Educacional Municipal de Itabirito – Professor Alcides Rodrigues Pereira

Projeto Alfabetização Ambiental – estabelecer uma conexão entre a comunidade do entorno do córrego carioca, por meio da alfabetização ambiental. Capacitar os alunos por meio de aulas expositivas e interativas, com foco na conceituação sobre a importância da água.

Educadora responsável: Alessandra de Oliveira Paranhos

Categoria Fruto – Ensino Médio

Escola Estadual Maria Augusta Noronha (Conselheiro Lafaiete)

Projeto Água do Céu, água para vida – coletar e armazenar água da chuva para ser utilizada na limpeza da escola e na irrigação da horta e jardins.

Educadora responsável: Adriana Barbosa de Carvalho Villela

Categoria Flor – Instituições de Ensino Especial

Apae (Itabirito)

Projeto Manda Chuva – implantação de um sistema de captação, armazenamento e utilização das águas pluviais nos serviços de limpeza da escola e também na irrigação dos jardins e da horta suspensa que encontra-se em construção.

Educadora responsável: Elisabete Jane Dias dos Reis

Categoria Árvore -  Ensinos Técnico e Superior

Senai – Fiemg (Ouro Branco)

Projeto Recape – Reaproveitamento e captação de água para escola – prevê 30% de redução no consumo de água da instituição, por meio de um sistema de captação de água da chuva.

Educador responsável: Antônio Severino Ponciano

Os projetos vencedores da terceira edição do Prêmio Gerdau Germinar já estão em andamento, gerando resultados. Outras informações sobre cada um deles estão disponíveis www.facebook.com/Gerdau




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Rafaela Melo, no dia 27/06/2015


Comente esta Notícia