Polícia


Dono do Espaço Provisório diz que evitou um linchamento



Causou grande repercussão na cidade, e foi notícia até na rede nacional de televisão, o caso do atropelamento de vários clientes no Espaço Provisório, localizado na rua Joemy Faria, no bairro Progresso (região sudeste). O motorista acusado pelo crime, José Wnikson, contou à polícia que havia ingerido bebida alcoólica e que perdeu o controle da direção. Mas não foi descartada, pela polícia, a hipótese de ele ter jogado o carro propositalmente contra os clientes, para atingir sua namorada.  Alguns dias depois, o proprietário do bar, Jairo Teixeira dos Reis, falou à nossa Reportagem. Jairo deu detalhes de como tudo aconteceu, na noite de domingo, dia 15.

Leia a matéria completa na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 21 de março de 2015




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 31/03/2015


Comente esta Notícia