Política

MP investiga Júlio Barros por 13º salário

A Justiça tem fechado o cerco a diversos políticos da região. Além da condenação dos ex-prefeitos de Lafaiete, Vicente Faria e de Ouro Branco, Hélio Campos, o petista Júlio Barros convive com uma nova suspeita de irregularidade. Ele é acusado de ter pago 13º salário aos secretários municipais durante sua gestão, entre 2005 e 2008, o que seria irregular.A denúncia foi apresentada por uma munícipe ao Ministério Público que já requisitou a documentação junto à Secretária da Fazenda para comprovar o possível pagamento. O dispositivo legal que autoriza o pagamento de 13º aos agentes políticos foi aprovado apenas em 2013. A lei que estabeleceu o salário extra ainda foi contestada judicialmente e foi motivo de polêmica, após o Jornal CORREIO antecipar a tentativa dos edis em aprovar a legislação que lhes garantiria o 13º salário, no mesmo ano.

Leia a matéria completa na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 21 de março de 2015


Notícia enviada por Agnaldo Baeta, no dia 31/03/2015




Comente esta Notícia

Galerias

Adjan Ela & Casa realiza a terceira edição do Dia da Noiva

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro