Segunda, 06 de Julho de 2020
Esportes


Jean Victor é destaque no Campeonato Carioca



Nascido em julho de 1994, em Ouro Branco, onde ficou por apenas um dia até a mãe receber alta e voltar a Lafaiete, o filho de dona Hitair e José Maria começou no Centroluz. Daí seguiu seu caminho começando pela base do Botafogo e chegando ao time profissional em 2017. Hoje aos 25 anos, o atleta vive este momento inédito da pandemia da Covid-19 e reconhece que a melhor medida é ficar em casa, para evitar o alastramento do Coronavírus. Jean Victor está vivendo sua melhor fase: marcou gol no melhor time do Brasil na atualidade, o Flamengo, na disputa da Taça Guanabara e acertou o travessão do Botafogo no início da Taça Rio, que está em disputa.


Em entrevista exclusiva aos ouvintes da Rádio CIDADE 98FM, Jean falou de sua fase, da família e dos cuidados que tem tomado durante a pandemia. “Um abraço a todos os ouvintes da Rádio Cidade e aos leitores do Jornal CORREIO. O mundo passa por um momento muito triste. Então, a gente está aqui, quieto em casa, fazendo o nosso dever como cidadão e não deixando de lado o trabalho. Sempre que dá, estou fazendo o trabalho, improvisando para voltar, quando Deus quiser, para representar bem o clube - e que seja rápido”, conta.


A prevenção é o melhor remédio e Jean destaca como está levando a vida: “Tomamos todos os cuidados que a OMS e os médicos recomendam: desde ficar em casa a usar o álcool na higienização, fazendo a nossa parte para que isso não se alastre. Acredito que o caminho é seguir sim essa ordem, porque, infelizmente, a situação pela qual estamos vivendo vai passar por ela mesma e só vai ser mais rápido se a gente tomar todos os cuidados possíveis para que ninguém seja afetado”, receitou o lateral.


Preocupado com o elenco, a comissão técnica do Boavista preparou um programa para pandemia. “A gente vem fazendo a preparação física em casa e, sempre que dá, faz uma corrida ou usa o espaço que tem, porque daqui a pouco isso passa e a gente precisará se reapresentar ao clube da melhor maneira possível. Sabemos que não é igual; sentimos falta do dia a dia no clube, dos treinamentos e de tudo que estávamos vivendo. Então, fazemos o máximo que dá. Precisamos nos cuidar para não perder tanto a forma física e não se abalar psicologicamente. O clube fez uma cartilha de treinamentos mostrando como a gente tem que fazer durante o período e temos contato direto para saber também da situação do clube”, enfatizou Jean Victor.


Curtindo os dias junto à família, Jean está em Lafaiete desde o dia 4 de abril. “Todos os meus familiares, graças a Deus, estão muito bem. Fico feliz de ver que a cidade também está tomando as medidas possíveis e entendo que cabe a nós, cidadãos, a todos os habitantes de Lafaiete se cuidarem, ficarem em casa para que isso passe rapidamente e não alastre”, completou o lateral da esquerda.


Este começo de ano tem sido ótimo para Jean e a expectativa é de poder dar sequência à boa fase. “Acredito que o Campeonato Carioca será concluído. Fizemos um bom campeonato até aqui. Graças a Deus, estivemos na final de Taça Guanabara. Infelizmente, perdemos por 2 a 1, mas tive a felicidade de fazer o gol. Esse é o campeonato Carioca mais marcante da minha carreira e agora é cuidar para voltar melhor e o mais rápido possível, para dar sequência”, comemorou o lateral, que acertou uma bela cobrança de falta da direita no canto diagonal, na final contra o Flamengo, marcando o primeiro gol do jogo.


Jean reconheceu o trabalho de divulgação de seu futebol e deixou o abraço para os fãs. “Eu te agradeço pelo espaço; é sempre uma honra falar contigo. Obrigado por divulgar o meu trabalho. Sabemos que o esporte em Lafaiete tem carência de muita coisa e acho positivo poder alavancar o nome da cidade. Sigo trabalhando firme e forte para, se Deus quiser, conquistar coisas melhores e maiores. É Deus no controle. Desejo a todos que passem por esta fase da melhor maneira possível. Peço que se cuidem, fiquem em casa e também deixo um abraço para todos que acompanham o meu trabalho. Fiquem com Deus”, finaliza.


Depois de se destacar no Botafogo, Jean atuou também em outras equipes. Passou pelo Oeste/SP, pelo Audax/RJ e está em definitivo no Boa Vista, de Saquarema/RJ. Seu contrato com a equipe, que disputa a 1ª Divisão Carioca desde 2006, vai até o fim de 2021. Jean já disputou a Copa do Brasil e o Brasileiro da Série D. (Amauri Machado)

 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 07/05/2020


Comente esta Notícia