Saúde


Psicóloga ensina controlar ansiedade na hora do Enem

Prova será aplicada nos dias 3 e 10 de novembro para selecionar estudantes para universidades federais e particulares, pelo Enem e Fies


Daqui a dois finais de semana (dias 3 e 10 de novembro), mais de 5 milhões de pessoas, espalhadas por 1.727 cidades brasileiras, farão o Exame Nacional do Ensino Médio  (Enem 2019) – prova que será usada para selecionar os futuros acadêmicos em universidades federais, bolsistas do ProUni e Fies e estudantes de cursos técnicos. E depois de um ano inteiro de dedicação – seja dando uma atenção extra na escola, em cursinhos ou mesmo estudando por conta própria – é normal bater aquela ansiedade. Mas o que fazer para que esse medo não atrapalhe o desempenho na hora da prova e coloque em xeque um ano inteiro de preparação?

Segundo a psicóloga Sandra Moreira, a ansiedade um sentimento natural ao ser humano e tem como origem o medo. “Em especial, rumo ao Enem, é perfeitamente compreensível que ela apareça na vida dos nossos jovens, para quem as expectativas são fortes e intensas. Mas é necessário entender que, quando esta ansiedade está fora do esperado, traz consequências mais sérias e desgastantes”.  A boa notícia é que há estratégias para driblar essa ansiedade, conforme explica a psicóloga: “Com planejamento e exercícios de respiração, é possível diminuir essa sensação e até melhorar o desempenho na hora da prova”, argumenta.

 

Na hora da prova

Um das orientações dadas pela psicóloga é não direcione sua atenção nos outros candidatos. “A ansiedade pode aumentar quando os estudantes começam a sair antes de você da sala. Mas não se preocupe, pois cada um tem o seu ritmo. Terminar as provas com menor tempo ou maior, não é sinônimo de ir bem ou mal. Cada um tem o seu estilo e perfil de pensamento e execução das atividades”, lembra.

Também é importante saber se organizar na hora de responder às questões. Afinal, a prova é bem extensa: um verdadeiro caderno, com textos longos e números. Por isso, uma boa estratégia é deixar as questões mais difíceis para o fim. “Administrar o tempo será de grande valia para não ser pego de surpresa no final. Caso o tempo esteja próximo ao final, pelo menos você já garantiu as questões mais fáceis. Assim, evita o estresse de ficar pensando muito em apenas uma pergunta”, aconselha Sandra Moreira. E se bater aquela dúvida entre duas alternativas? “Pare e responda a essa questão depois para você ter tempo de pensar melhor na resposta. A ansiedade pode atrapalhar a sua tomada de decisão na hora”, aconselha.

Outro dilema está em começar a prova pela redação ou parte objetiva. Mas neste caso, de acordo com Sandra Moreira, não há uma orientação que se aplique a todos. ‘É uma decisão muito pessoal. Caso opte em começar pela redação, o ideal é que finalize primeiro para só depois responder às perguntas de múltipla escolha. A interrupção da linha de raciocínio pode ser prejudicial para o desempenho na redação. E em qualquer um dos caminhos, é essencial reservar um tempo para o preenchimento do cartão de respostas”, pontua. Sobre essa questão, é importante acrescentar que o candidato poderá saber o tempo restante mesmo sem relógio ou celular pelo controle feito, dentro de sala, pelos fiscais.

Apesar de não se conhecer uma fórmula mágica para o sucesso no Enem, o bom senso é fundamental. “O importante nessas últimas semanas é pensar que você estudou o ano todo para isso e está preparado. Agora é só garantir que tudo transcorra bem”, finaliza.

 

Saiba o que fazer antes da prova

Dias antes do Enem, não cabe mais aumentar a carga de estudos, pois, certamente, acarretarão sensações de estresse, fadiga e ansiedade exacerbada. Esse é o momento para o aluno diminuir o ritmo dos estudos.

  •   Não vale a pena estudar na véspera do exame. Por isso, confie no seu desempenho durante o ano. Agora é hora de relaxar.
  •   Convide seus amigos para assistir a um filme em casa ou passe um tempo com a sua família. Tente não focar o pensamento na prova;
  •   Dedique esse tempo para se organizar para o dia do exame. Separe todos os documentos e utensílios que devem ser levados, deixando-os em um lugar onde possa ser facilmente encontrado;  
  •   Durma bem na noite anterior;
  •   Faça uma refeição leve antes de ir para a prova;
  •   Separe alguns lanches práticos para o período das provas, como: barras de cerais, frutas, biscoitos, mix de castanhas/nozes e não se esqueça da água (garrafa transparente).
  •   Programe-se também para possíveis imprevistos, como: trânsito, falha da caneta, extravio de documentos, entre outros.

 

Serviço

Sandra Moreira
Psicóloga clínica e psicanalista
Telefone: (31) 99998-3988
E-mail: sandra@capacitarh.com.br
Endereço: av. Telésforo Cândido Resende, 881, sala 102




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 25/10/2019


Comente esta Notícia