Política


Em Lafaiete, seis nomes já despontam e tentam se viabilizar para o arranca-rabo do próximo ano



O pleito eleitoral de 2020 só acontece daqui a um ano, mas os pré-candidatos já se movimentam em busca da disputa, marcada para outubro. Além do prefeito Mário Marcus (DEM) e do médico Giovanny Laporte (PRTB), o ex-prefeito José Milton de Carvalho Rocha (PSDB), Neuza Mapa (PDT), Alvaro Fer­nando (PT) e Darci Tavares (DEM) também mos­traram-se dispostos a encarar mais esse desafio em suas carreiras políticas. Em rodas de amigos, todos eles admitem ir para o “front”, mas condicionam essa possibilidade a situações de momento, como chapa forte, grupo unido e, sobretudo, viabilidade eleitoral. José Milton, profissional do ramo imobiliário, se disse um apaixonado pela política e vibra com o período eleitoral. Segundo apurou o Jornal CORREIO, a pré-candidatura faz parte dos planos futuros de Rocha, mas uma definição só sairá mesmo no fim do ano, quando o quadro eleitoral estiver mais avançado.
No momento, sabe-se apenas que o prefeito Mário é pré-candidato, assim como Giovanny, que demonstrou o interesse no pleito municipal no início deste ano. O nome de Milton, embora seja sempre lembrado, apareceu com mais potência recentemente e ganhou holofotes nas redes sociais e nos bastidores políticos. Há, no entanto, quem considere que os planos do ex-prefeito incluem uma ampla costura com forças contrárias à administração do alcaide Mário Marcus e do deputado Glaycon Franco (PV).
De acordo com esses interlocutores, José Milton não descarta, também, uma coligação com o grupo político do ex-candidato a deputado Giovanny Laporte, que lhe garanta o direito de escolher o candidato a prefeito, ou mesmo o vice numa eventual chapa de coalizão. Segundo consta, os dois postulantes teriam, inclusive, conversado sobre o assunto. Para analistas políticos locais, as conversas sobre o arranca-rabo iniciam no momento certo, a quase um ano do embate de 2020.
A pedetista Neuza Mapa e o petista Álvaro Fernando também engrossam a lista de possíveis pré-candidatos. Neuza, inclusive, já adiantou que seu sonho é ocupar a cadeira que hoje abriga Mário Marcus. Em recentes conversas com amigos, Mapa tem dito que há muito o que se fazer por Lafaiete e seus planos se encaixam nessas carências que hoje se observam por toda a cidade. Álvaro Fernando, por seu lado, vem sendo cotado como postulante natural do Partido dos Trabalhadores (PT), junto com seu colega Paulo Roberto Tavares Baptista, o Paulo do Monsenhor Horta. Nenhum deles, porém, deu sinais claros de que pretende colocar seu nome para encarar uma disputa interna. Segundo consta, são apenas divagações e opiniões de alguns membros da sigla na cidade.
Já o emedebista Darci Tavares vem sendo chamado por correligionários como uma força capaz de se tornar a terceira via eleitoral, por ser considerado moderado e de fácil diálogo. Darci cogitou disputar as eleições como candidato a deputado estadual em 2018, mas acabou desistindo. Ele foi vice-prefeito de Ivar Cerqueira (2013 a 2016) e fez um bom trabalho na área educacional. Sua candidatura vai depender, primeiro, da composição das chapas e dos recursos do fundo partidário, que mudaram bastante em relação ao último pleito.

Álvaro Fernando

Darci Tavares

Giovanny Laporte

José Milton

Mário Marcus

Neuza Mapa

 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 09/10/2019


Comente esta Notícia