Polícia


Em troca de tiros com a polícia, suspeito acaba morto em Congonhas



A Polícia Militar de Congonhas recebeu, no dia 7 de setembro, denúncias de que J.A.P., 29 anos, e I.C.N., de 25 anos, haviam ameaçado um morador e danificado seu imóvel. Foi informado ainda o local onde ambos estariam escondidos. Ainda segundo a PM, J.A.P. é de alta periculosidade e possui registros policiais por tráfico ilícito de drogas, posse ilegal de arma de fogo, roubo e homicídio, possuindo mandado de prisão.

De posse das informações, os policiais iniciaram o rastreamento a fim de localizá-los. Os policiais realizaram contato no imóvel onde os suspeitos estariam residindo e foram recebidos por P.C.C.P, namorada de J.A.P.  Segundo os militares foi possível ver quando J.A.P. e I.C.N. tentavam fugir pelo telhado.

O local foi cercado e I.C.N. foi preso.  Durante a busca no imóvel, militares acessaram o telhado e o outro suspeito estava escondido no vão existente entre a laje e o telhado. Ainda segundo a polícia, foi iniciada a verbalização com J.A.P. para que ele se entregasse e saísse do local com as mãos levantadas.

Ainda segundo a PM, o acusado efetuou vários disparos contra os militares, que, para se defenderem utilizaram suas armas de fogo. J.A.P. foi atingido e, com isso, teria largado seu revólver calibre 32, com munições percutidas.  Foram acionados o Samu e o Corpo de Bombeiros, sendo constatado o óbito do suspeito.

De acordo com a polícia, durante as buscas no imóvel, foram localizados 26 pinos grandes, dois pinos pequenos e 14 papelotes de cocaína; nove buchas de maconha; uma balança de precisão; uma touca ninja; R$ 237; um rádio comunicador; três buchas de crack; um revólver calibre 38; um revólver calibre 32; três munições calibre 32 deflagradas e três picotadas; seis munições calibre 38 intactas e três buchas maiores de cocaína.

I.C.N. e P.C.C.P., de 21 anos, presos em flagrante delito e levados para a delegacia de Lafaiete.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 08/09/2019


Comente esta Notícia