Política


Glaycon Franco convida prefeitos e autoridades de segurança pública para reunião com o presidente do TJMG

Entre os assuntos, esteve a construção do Centro de Reeducação do Menor Infrator e a ampliação de serviços do judiciário de Lafaiete e Ouro Branco


Em busca de uma solução para o problema dos menores infratores de Lafaiete e região, o deputado estadual Glaycon Franco convidou os prefeitos de Conselheiro Lafaiete, Mário Marcus; de Ouro Branco, Hélio Campo; secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, general Mário Araújo; o juiz da Vara Criminal da Comarca de Conselheiro Lafaiete, Dr. José Aluísio Neves da Silva; o juiz da 2ª Vara Criminal e de Execuções Penais também de Lafaiete, Dr. Paulo Roberto da Silva; , juíza diretora do Fórum da mesma cidade, Dra. Célia Maria Andrade Freitas Corrêa; o presidente da OAB de Ouro Branco, Dr. Márcio Vander, o procurador do Município, Dr. Alex Alva­renga e a desembargadora Valéria da Silva Rodrigues, titular da Vara Infracional da Infância e da Juventude, de Belo Horizonte, para uma reunião com o desembargador Nelson Missias de Morais, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).
O encontro foi realizado na terça-feira, dia 20, na sede do TJMG, em Belo Horizonte, e serviu para discutir vários assuntos pertinentes para os municípios da região. Entre eles, a construção do Centro de Reeducação do Menor Infrator e a ampliação de serviços do judiciário de Lafaiete, além da solicitação da designação de juiz para a Comarca de Ouro Branco, que atualmente conta com a cooperação de um magistrado de Con­selheiro Lafaiete. Foram retomadas, ainda, as discussões sobre a instalação de uma segunda vara no município e a possibilidade de que a cidade volte a contar com uma zona eleitoral.
Sobre a construção do centro socioeducativo, Nelson Missias apresentou mais uma alternativa. Segundo ele, poderia ser construída uma unidade utilizando o modelo que já existe na Associação de Proteção e As­sistência aos Condenados (APAC), em que os detentos podem cumprir a sua pena e, ao mesmo tempo, trabalhar e aprender uma profissão. A primeira penitenciária deste mo­delo proposto pelo desembargador será inaugurada no mês de outubro, na cidade Frutal, no Triângulo Mineiro.
Glaycon defende que a ressocialização é um dos caminhos mais eficazes no tratamento com os adolescentes. O deputado lembra que eles não podem ser tratados como os adul­tos, porque precisam de uma atenção mais específica, uma vez que ainda estão em fase de desenvolvimento intelectual. Glaycon Franco e o prefeito Mário Marcus falaram so­bre uma área que existe na zona rural da ci­da­de de Lafaiete, de aproximadamente 30.000 m² (trinta mil metros quadrados), com fácil acesso e que poderia ser utilizada para a cons­trução do Centro Socioeducativo. Os técnicos do TJMG se disponibilizaram a visitar o terreno, para saber se a construção é viável.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 23/08/2019


Comente esta Notícia