Política


Respirando por aparelhos, São Camilo ganha sobrevida com verba liberada pelo deputado Lafayette Andrada

Emenda Parlamentar de R$300 mil, indicada pelo deputado, foi decisiva na situação emergencial do hospital


O deputado federal Lafayette de Andrada (PRB) acaba de destinar uma verba no valor de R$ 300 mil (trezentos mil reais) para evitar o fechamento do Hospital São Camilo, em Conselheiro Lafaiete. A instituição, que enfrenta uma grave crise financeira, corria grave risco de fechar suas portas caso não houvesse uma rápida solução para o problema nos próximos meses.

O Hospital, referência na geriatria do município e região, dentre outros atendimentos imprescindíveis para a população, estava com seus dias contados por falta de recursos para seu funcionamento. A preocupação mobilizou diversos setores da sociedade e da administração pública, que afirmaram que de imediato a instituição precisaria de pelo menos R$ 200 mil para garantir a continuidade dos seus serviços.

Ciente da situação calamitosa enfrentada pelo hospital e atento às demandas do município, o deputado Lafayette de Andrada focou seus esforços para tirar o hospital do estado emergencial. "O São Camilo não pode esperar. A saúde da população não pode esperar. A situação é gravíssima e a falta de recursos poderia levar ao fechamento de um hospital que é referência na região. Não podemos deixar que esse sufoco financeiro assole a saúde pública de Conselheiro Lafaiete. Como eu sempre costumo afirmar, saúde não é gasto, é investimento", disse o deputado.

 

A verba proveniente da emenda parlamentar indicada pelo deputado Lafayette será encaminhada ao hospital para custear os gastos com seu funcionamento e desafogar a instituição. "Faço votos que o hospital supere brevemente essa adversidade financeira e continue a exercer sua notável missão de auxiliar quem mais precisa nas demandas da saúde", concluiu o deputado.

Foto: Michel Jesus




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 05/07/2019


Comente esta Notícia