Região


Fazenda Boa Esperança, em Belo Vale, é reaberta à visitação pública

Exposição abre as atividades e projeto educativo começa ainda no primeiro semestre


Após dois anos de obras, a histórica Fazenda Boa Esperança é reaberta e receberá visitação pública, com inauguração de exposição e execução de projetos educativos. A construção da Fazenda Boa Esperança se iniciou entre os anos de 1760 e 1780, com sua inauguração em meados de 1822. Localizada no município de Belo Vale, região central do estado, o bem cultural, tombado pelo Iepha-MG e também pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), passou, entre 2017 e 2018, por restauração arquitetônica e estrutural em sua sede. O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e do Iepha-MG, em parceria com a APPA - Arte e Cultura, deram as condições para a reabertura da Fazenda. As visitações podem ocorrer de sexta a domingo, das 10h às 16h e durante a semana, com agendamento marcado.

Uma exposição permanente faz parte da reabertura do espaço para a visitação pública. A Mostra traz informações sobre a ocupação do território em que a fazenda está inserida, suas características econômicas e produtivas, arquitetura e cotidiano. O altar-mor e algumas peças da capela, atribuída ao artista João Nepomuceno, também estão expostas. O programa educativo “Encontro com Educadores - Redescobrindo Sentidos” também fez parte da reabertura. Essa ação tem como principal objetivo construir, com educadores formais e informais, conhecimentos que potencializem as discussões e as práticas em torno da temática do patrimônio cultural.  Ao final, uma visita mediada é realizada com os participantes. Os interessados em participar da experiência poderão agendar pelo email da fazenda ou telefone.

"A reabertura da Fazenda Boa Esperança possibilita que a comunidade se aproprie e usufrua de um patrimônio que é dela. O espaço também será importante para a retomada do desenvolvimento econômico da região, ao lado de outros circuitos turísticos próximos", afirma o secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais, Marcelo Matte. Para a presidente do Iepha-MG, Michele Arroyo, o bem cultural reaberto à visitação pública significa muito para a comunidade de Belo Vale. “É uma importante etapa para a consolidação de um projeto de apropriação e fruição dos conteúdos de patrimônio que o espaço abriga”, fala Michele.  Ela destaca, ainda, o resgate simbólico da fazenda para a comunidade. “O investimento não está ligado apenas à recuperação física do espaço, mas ao projeto expositivo, educativo e receptivo para a visitação que possibilita a ressignificação do bem cultural. Além disso, considera o potencial turístico e de ocupação pelos coletivos de cultura de Belo Vale”.

 

Visitações:

sexta a domingo, das 10h às 16h

Agendamento durante a semana pelo

e-mail: fbe.educativo@appa.art.br

Telefone: (31) 3224-1919




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 13/06/2019


Comente esta Notícia