Comunidade


Mostra no Museu Antônio Perdigão celebra 20 anos da Amar

Com entrada gratuita, exposição revela a atuação da entidade em áreas como a arte, cultura, educação e cidadania; visitantes concorrerão ao sorteio de livros e camisetas


Duas décadas de dedicação à arte e à cultura estão sendo celebradas em uma exposição gratuita no Museu e Arquivo Municipal Antônio Perdigão. Até o dia 28 de junho, quem visitar o espaço terá a oportunidade de conhecer a história da Associação dos Mo­ra­do­res e Amigos da Região (Amar), contada em centenas de fotografias - muitas delas inéditas, além de livros, convites, cartazes, banners, camisetas e diversas outras pe­ças. A exposição “Ponto de Cultura Amar: 20 Anos de Arte, Cultura, Educação, Cidadania” foi aberta no dia 29 e tem entrada franca, de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h. Os visitantes concorrerão ao sorteio de livros e camisetas do Ponto de Cultura Amar.
As comemorações do 20º aniversário da Amar começaram no início de maio, com a inauguração de seu mais novo painel de mosaico, na portaria do campo do Flamengo Futebol Clube. Há poucos dias, a associação também participou das ações locais da 17ª Semana Nacional de Museus, através de oficinas e de uma Mostra coletiva sobre ofícios manuais.

Sobre a Amar

Fundada em 29 de maio de 1999 e agregando os bairros Albinópolis e Angélica, a Associação dos Moradores e Amigos da Região (Amar) tem uma ampla história de trabalho envolvendo arte, cultura, educação e cidadania, o que lhe rendeu o título de Ponto de Cultura, concedido em 2011, pela Secretaria Estadual de Cultura e o Ministério da Cultura. Além de buscar soluções para os problemas coletivos de sua região, a Amar mantém, há 2 décadas, uma biblioteca comunitária, onde oferece cursos livres de arte e artesanato abertos a moradores de toda a cidade.
De acordo com Hélcio Queiroz, atual presidente da associação, o espaço cultural funciona em uma casa alugada. “Durante esses 20 anos, a associação tem reivindicado à Prefeitura uma sede própria, sem sucesso. Diante da atual crise financeira, tal necessidade passou a ser ainda mais urgente, dela dependendo a permanência das conquistas e a continuidade do trabalho da Amar”, explica.
Outra iniciativa de destaque do Ponto de Cultura Amar é o seu Projeto Gentileza, lançado há 12 anos. O conjunto de painéis com grafite e mosaico que a associação tem oferecido de presente à cidade foi batizado de “Circuito Projeto Gentileza”. Esse já consagrado patrimônio cultural e atrativo turístico de Lafaiete já foi exibido pelas TVs Globo (“Terra de Minas”) e Record (“Achamos em Minas”). Também é mostrado no livro sobre a Amar, publicado em 2016, e em um folder que será lançado no dia 29.

Serviço

Exposição “Ponto de Cultura AMAR: 20 Anos de Arte, Cultura, Educação e Cidadania”
Visitação: 29/05 a 28/06, de
2ª a 6ª-feira, das 10h às 18h
Local: Museu e Arquivo Antônio Perdigão,
Endereço: praça Tiradentes, 19, Centro, Lafaiete (entrada franca)
O que adquirir: Livro “Compartilhando o Saber no Ponto de Cultura Amar”: R$28
Facebook e Instagram: “Ponto de Cultura Amar” e “Projeto Gentileza Lafaiete”




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 03/06/2019


Comente esta Notícia