Comunidade


Zema anuncia programa de revitalização de escolas



O governador Romeu Zema e a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, anunciaram nesta quinta-feira, dia 30, em solenidade na Cidade Administrativa, o início de obras de revitalização em escolas estaduais. Serão destinados R$ 21 milhões para intervenções em 132 escolas de 92 municípios de várias regiões do estado. O evento marca o lançamento do “Programa de Revitalização de Escolas Estaduais de Minas Gerais – Mãos à obra na escola”, criado para recuperar as instalações das unidades escolares.

Diante de uma plateia de diretores de escolas e superintendentes regionais de ensino, Romeu Zema fez um discurso emocionado sobre a importância da educação na formação humana. Ele destacou os esforços da Secretaria de Estado de Educação para garantir a melhoria das escolas estaduais, além de fazer um agradecimento aos professores que, mesmo com dificuldades estruturais, lutam para dar ensino de qualidade aos alunos. 

“Fico extremamente satisfeito de podermos fazer essa ação, apesar da nossa dificuldade financeira, que é do conhecimento de todos. Estamos diante de um Estado praticamente falido, mas as dificuldades nos tornam mais eficientes e criativos. Só tenho a agradecer a vocês por esse empenho e por fazerem uma gestão que tenho presenciado, mesmo com a falta de recursos, instalações precárias, e muitas outras dificuldades que vocês sabem muito melhor que eu quais são”, afirmou Zema, ao relembrar as tias e a avó, que são professoras, e os anos em que se dedicou a dar aulas na universidade corporativa.

Crédito: Renato Cobucci/Imprensa MG
“Vejo claramente que isso é determinante no futuro, principalmente das crianças. Nós, na escola, muito mais do que matemática e português, que são importantíssimos, temos de ensinar respeito, disciplina, ética e humanismo, porque isso é fundamental. A técnica é muito importante, mas essa parte humana, que solidifica os valores de uma sociedade, é mais importante ainda”, completou o governador.

As escolas contempladas nesta primeira etapa do programa foram definidas com base em critérios técnicos de ponderação de urgência. Fazem parte dessa lista unidades que necessitam de obras emergenciais, como construção de muros, reforma de telhados, banheiros, cozinha, refeitórios, rede elétrica, reforço estrutural de salas de aula, substituição de portas, reforma geral de instalações, entre outras.

Os R$ 21 milhões que serão investidos foram disponibilizados pela Secretaria de Estado de Educação após esforços de otimização e melhoria de processos já existentes na pasta. Os recursos para a primeira fase do “Mãos à obra na escola” já estão assegurados e serão liberados pela SEE no decorrer dos próximos quatro meses. Ao fim desta primeira etapa do programa, o Governo de Minas anunciará o valor a ser investido na segunda fase, além das novas unidades escolares que serão atendidas.

Durante o evento, a secretária de Educação, Julia Sant’Anna, mostrou imagens das escolas que serão revitalizadas e fez um agradecimento aos professores e diretores pelo empenho. Segundo ela, todos os esforços estão sendo feitos pelo Estado para normalizar os repasses relativos à educação, o que, em breve, vai permitir a melhora dos indicadores da área em Minas.

“A gente vai começar a se orgulhar em breve. Os indicadores vão começar a melhorar brutalmente, porque já estamos conseguindo fazer coisas que são essenciais. Em 2019, só até agora, final de maio, já foram repassados a municípios e a unidade escolares um total de R$ 263 milhões para cobrir as despesas de alimentação estadual e transporte”, disse Julia Sant’Anna.

Os técnicos da Secretaria de Educação fazem, anualmente, o diagnóstico de infraestrutura escolar. Esse levantamento, feito in loco, verifica as condições da estrutura física de cada unidade escolar. Essas informações são cadastradas em um sistema no qual se classifica a condição geral do prédio. Com as informações obtidas nas vistorias e com base nas necessidades de cada escola, a equipe da SEE elabora um plano de atendimento. 

 A diretora da Escola Estadual Bolivar Tinoco Mineiro, Cleuza Lourenço Linhares, uma das instituições contempladas com os recursos, destacou a importância dos recursos para a revitalização das unidades.

“Há muito tempo nós não temos esses recursos para revitalização das áreas necessárias dentro das escolas. Acho que essa manutenção é necessária. O último recurso que tivemos para uma reforma, que não foi muito grande, foi em 2008”, lembrou Cleuza, que dirige a escola no bairro Ribeiro de Abreu, em Belo Horizonte.

Também participaram da cerimônia os deputados estaduais Bosco, Celise Laviola, Coronel Sandro, Dalmo Ribeiro, Laura Serrano, Gustavo Mitre, Dr. Jean Freire, João Magalhães, Gustavo Santana, Ione Pinheiro, Marquinhos, Repórter Rafael Martins, Raúl Belém e Betão, além de representantes da área.

 

 

 

 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 31/05/2019


Comente esta Notícia