Região


Parada de manutenção da Gerdau abre 1.200 vagas na região

Ação marca o início do plano de investimentos da companhia para a usina de Ouro Branco


Quem está em busca de uma oportunidade de emprego em Ouro Branco, Congonhas e Conselheiro Lafaiete precisa ficar atento. Ainda há vagas para a parada de manutenção da Gerdau, grande mobilização que promoverá intervenções preventivas no Alto-Forno 1 e na Aciaria da usina de Ouro Branco. Ao todo, serão oferecidos cerca 1.200 postos de trabalhos em diferentes áreas de atuação, como logística, carpintaria, mecânica, elétrica, entre outros.

 

A Usiminas Mecânica será responsável pela execução do projeto e pela contratação dos profissionais. Em acordo com a Gerdau, foi determinado que as vagas de trabalho sejam preenchidas, prioritariamente, por profissionais da região, que tenham a qualificação necessária. Parte do quadro será composto por colaboradores próprios da Usiminas Mecânica, capacitados para funções de alta complexidade. “Nós temos compromisso com o desenvolvimento socioeconômico dos municípios em que atuamos e vamos continuar buscando oportunidades de incentivar a economia local”, afirma Hermenio Gonçalves, diretor-executivo da usina da Gerdau em Ouro Branco.

 

Os interessados em participar do processo seletivo para as vagas da parada de manutenção devem procurar as unidades do Sine nas cidades de Ouro Branco, Congonhas e Conselheiro Lafaiete. Os trabalhos começam em meados do mês de junho.

 

O projeto

A manutenção da usina de Ouro Branco – a maior do grupo no mundo - integra o plano de investimentos global da Gerdau para os próximos três anos e será dividida em fases. A primeira etapa tem o objetivo de garantir a excelência do trabalho e a máxima segurança operacional das áreas afetadas. Nos anos seguintes, acontecerão reformas graduais para estruturação da parada programada de modernização, prevista para acontecer 2022.

 

Todo o planejamento do projeto foi desenvolvido por uma equipe da companhia em parceria com consultorias internacionais, tendo a segurança como foco principal. “Todos os profissionais envolvidos neste trabalho, entre próprios e terceiros, passarão por capacitações específicas e serão acompanhados por um time da Gerdau, que será responsável por difundir a cultura de segurança, um valor considerado prioritário para a empresa”, afirma Gonçalves.  

 

Para garantir o abastecimento do mercado em níveis normais, durante o período de manutenção, a Gerdau trabalhará com um volume de estoque estratégico produzido previamente.

 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 27/05/2019


Comente esta Notícia