Esportes


Dom Pedro doa grama sintética para campo soçaite do Larmena



O Lar do Menor Amparado (Larmena) mantém-se ativo, desde janeiro de 1967, por meio de doações, algumas participações do poder público, colaborações, parcerias e, claro, o trabalho dedicado de sua diretoria e funcionários. Nesse modelo administrativo, um novo projeto surge dentro do desafio de ‘amparar vidas e proteger o futuro’ de crianças e adolescentes encaminhados pela Secretaria de Assistência Social, Ministério Público e Conselho Tutelar. “Recebemos os acolhidos quando esgotadas todas as possibilidades de convívio com a família. A partir daí, trabalhamos para que eles tenham uma estada mais curta possível aqui, no máximo, 2 anos, até retornarem ao seio de sua família de origem ou substituta / adotiva”, destacou a coordenadora Sinara Silveira. O número de acolhidos varia a cada momento. No mês de março, eram três, mas em 2018, a média foi de 11.
Buscando a sustentabilidade, a equipe presidida por Luiz Carlos Campolina tem, agora, o desafio da construção de um projeto intitulado ‘Virando o jogo’. A iniciativa se apoia na construção de uma praça de eventos que servirá para uso da entidade, tanto no esporte, como para eventos, assim como para a comunidade e outras entidades parceiras. Nessa primeira etapa, estão sendo construídos o campo soçaite em grama sintética, vestiários, sistema de bar e almoxarifado, que serão terminados neste primeiro semestre. Na segunda etapa, será feita a construção de uma quadra coberta multiuso para futsal, vôlei, peteca, recreação, desenvolvimento de projetos sociais fora do espaço da casa de acolhimento e para a realização de eventos, que hoje são realizados em locais cedidos por outras entidades e parceiros. A terceira etapa será a construção da nova casa de acolhimento. Os projetos têm entrega prevista para até o final do ano. O espaço esportivo será totalmente isolado da área residencial, permitindo o uso por terceiros em competições e as conhecidas peladas.
A primeira parte da verba para essas construções foi conseguida em um leilão realizado no ano passado. Agora, veio o presente do Clube Recreativo Dom Pedro II, com a doação da grama sintética. “Temos uma parceria com o Larmena, que participa da nossa festa junina. E como temos que trocar a grama sintética de um dos nossos campos, resolvemos doá-la ao Larmena. Não se trata de grama em descarte. Temos muitas competições e a que usamos atualmente não serve para as disputas oficiais. O gramado é maior, foi retirado com cuidado e ainda será utilizado no Larmena, que é um campo menor, por vários anos”, adiantou o presidente Milton Soares Ferreira, do Dom Pedro II, em entrevista exclusiva ao Jornal CORREIO e Rádio CIDADE 98FM. O que teria um custo aproximado de R$60/70 mil saiu a 10% desse valor, uma vez que só foi paga uma empresa especializada na retirada da grama, que já está sendo instalada no Larmena.

Noite de caldos

A continuidade do projeto depende da sua participação. Será realizada a partir das 19h do sábado, 13 de abril, na Colônia dos Diabéticos, bairro Oscar Correia, mais uma tradicional e famosa Noite de Caldos do Larmena. O convite custa apenas R$15, para você deliciar-se com cinco tipos de caldos e shows de música ao vivo, com Helder & Hugo e Thiago Queiroz. A criançada de até 10 anos tem entrada franca e vai desfrutar do Espaço Kids com pula-pula, cabine fashion, piscina de bolinha e pintura facial. (Amauri Machado)

Serviço

Telefones: 3763-6239 e 9.8895-2119
Site: www.larmena.org/projetos
Facebook: LarMena Lar Do Menor. Amparado.
Endereço: rua Doutor Zebral, 979, bairro Arcádia.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 05/04/2019


Comente esta Notícia