Saúde


Mais de 650 pessoas se mobilizam na campanha "Amigos de João Marcos"

Infelizmente, devido à limitação de doações imposta pelo Hemominas, foram realizadas somente 320 coletas


Movidos novamente pela solidariedade, lafaietenses e moradores da região se reuniram no sábado, 30 de março, em um mutirão. Cerca de 650 pessoas compareceram no Colégio Potência para doar sangue e se cadastrarem no Registro Nacional de Doadores de Medula (Redome). A campanha Amigos de João Marcos busca a compatibilidade de um doador de medula óssea com o guerreiro João Marcos Valle da Cruz, de apenas 5 anos, diagnosticado com leucemia desde os 3.
Os pais ficaram comovidos com tamanha movimentação para ajudar o pequeno menino. O pai de João, Alan Marcos da Cruz, lamentou o número restrito de doações. “Não houve culpa da família, nem dos organizadores, porque os que ali estavam eram voluntários. O Hemominas nos colocou as regras, que são impostas pelo governo. A legislação do Hemominas nos disponibilizou 250 coletas. As voluntárias conseguiram coletar 320 e, mesmo assim, o centro nos ligou para que fossem interrompidas as coletas, porque havia o risco de perda do material. As amostras teriam que ser levadas para o laboratório, que estava organizado para receber apenas 250. Nesse período de doação, conseguimos que fossem realizadas 320 coletas.”
João Marcos luta contra a leucemia desde os 3 anos. Após tratamentos, a doença havia entrado em remissão, mas retornou em janeiro deste ano. Ele aguarda para receber um transplante e, enfim, ser curado. Infelizmente, os pais são apenas 50% compatíveis - são raros os casos em que eles são 100% compatíveis. Alan nos informou que o Hemominas se prontificou a voltar para um novo mutirão de doações, mas ainda não há data confirmada. “Agradeço demais a todos. Fizemos uma transfusão no sábado, porque os exames dele estavam bem alterados. Mas o João, hoje, está bem, graças a Deus”. Os interessados também podem procurar o Hemominas, em BH ou São João del-Rei, e realizarem o teste.

Para ser doador de medula, é preciso

lTer entre 18 e 55 anos de idade.
lEstar em bom estado geral de saúde.
lNão ter doença infecciosa ou incapacitante.
lNão apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.
lAlgumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.
lVale lembrar que quem já é cadastrado, caso mude de endereço ou telefone, tem que atualizar o seu cadastro.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 05/04/2019


Comente esta Notícia