Saúde


Após revitalização, Hospital São José já tem novos projetos de crescimento

A reforma da fachada e da recepção eletiva, que deixou o hospital mais moderno, foi realizada em parceria com a Unimed Lafaiete


O Hospital São José deu mais um importante passo para alcançar o protagonismo na saúde da região. Foi inaugurada na segunda-feira, dia 18, a revitalização da fachada e da recepção eletiva, que ficou mais moderna e confortável para pacientes e familiares. A recepção ficou mais ampla e ganhou um teto de vidro. Já a entrada e o estacionamento de ambulância ficaram no mesmo nível da portaria. Foram instaladas, ainda, rampa para acesso de cadeirantes e grades de proteção em aço inox.
Há cinco anos como provedor do Hospital São José, Nilson Albuquerque Júnior lembra os desafios assumidos: “Naquela época, o hospital estava em uma situação estrutural precária; estava com dívidas. Com muita luta e parcerias, a gente vem recuperando o prestígio que o hospital merece. Fizemos isso em várias frentes e culminou, agora, com essa reforma da fachada, feita com grande apoio da Unimed Lafaiete”.
Ainda segundo o provedor, a reforma da fachada e da recepção eletiva foi fundamental para valorizar o trabalho que é realizado dentro do hospital: “Eu costumo dizer que se você tem um bom produto, tem que ter uma boa embalagem. Sabemos que temos um bom produto: temos um corpo clínico titulado, ou seja, residência reconhecida, a equipe de enfermagem é altamente qualificada e funcionários bem preparados, mas faltava um ‘algo mais’. Não adianta ter isso escondido: tínhamos que mostrar para a população”.
O médico destaca as melhorias que vêm sendo feitas ao longo dos anos. Entre elas, o centro cirúrgico: “É a nossa menina dos olhos; o coração do hospital. É o bloco cirúrgico mais moderno da região, mais bem aparelhado e isso deu um up no local. Elas estão sendo feitas para devolver ao hospital o lugar que ele merece, ser protagonista na saúde da região. São ações que se somam às reformas da farmácia, hotelaria, além da terceirização da lavandeira – que é feita por uma empresa de Belo Horizonte altamente especializada – e isso facilita operar”, destaca.
Um grande parceiro na revitalização da fachada e recepção foi a Unimed Lafaiete. Segundo o diretor-presidente da empresa, Sebastião Alves de Souza Junior, “o apoio é necessário, uma vez que o Hospital São José é referência em Lafaiete em volume de atendimento de nossos clientes Unimed; é também um hospital filantrópico, que atende a toda a comunidade, o SUS, por exemplo. Para a Unimed, dentro do possível, ajudar o hospital é ajudar os médicos, os clientes e a comunidade como um todo. A fachada ficou linda. Eu trabalho aqui há cerca de 20 anos e, realmente, o hospital parece outro”, comemora.
O administrador Giovanni Magalhães Viggia­no acredita que a revitalização da fachada e da recepção demonstra que o hospital está vivo e forte: “O objetivo é mostrar para a população que pode contar com o hospital para o caso de cirurgias, atendimentos e pronto atendimento cada vez melhores”, pontua, adiantando que há, ainda, muito projetos de crescimento: “A unidade coronariana, mais leitos, revitalização de outras áreas também. Agradeço aos funcionários que, durante o período das obras, empenharam-se, vestiram a camisa e trabalharam muito para que tudo ficasse pronto”.

Mais de 50 anos de história

Com o hospital prestes a completar 55 anos, o sócio-fundador Almir Jésus de Rezende lembrou um pouco da história da unidade. “Na época, Lafaiete era muito carente de hospitais. Tínhamos apenas um, na parte alta da cidade, que se chamava Nossa Senhora do Carmo. Ele não era suficiente para atender a toda a população. Foi então que uma equipe de 27 pessoas, comandada por um dos políticos mais influentes que Lafaiete já teve, João Nogueira de Rezende, resolveu fundar um hospital para atender a população. João Nogueira foi, por anos, um grande defensor das causas públicas de Lafaiete”, destaca.
A família de Almir esteve à frente do hospital: “Meu tio, Telésphoro Cândido de Rezende, o assumiu como provedor. Por problemas de saúde, ele se afastou e meu pai, José Cândido de Rezende, o assumiu. Logo em seguida, eu tive a oportunidade de administrar o hospital por uma longa temporada. Hoje estou muito satisfeito por estar aqui, presenciando essa melhoria muito significativa”, pontua.

Novo provedor

O Hospital São José agora passará por uma nova mudança: a escolha de um novo provedor. “Vou deixar a provedoria, porque acho que, depois de 5 anos de muito trabalho, a gente merece descanso. Não vou virar as costas para o hospital; continuarei participando ativamente da vida dele. Acho, também, que toda mudança traz renovação. Estamos chamando a reforma da fachada de revitalização justamente por isso: porque revigora, para a pessoa pegar com mais afinco e mais responsabilidade do que eu. Quero agradecer imensamente aos funcionários, ao corpo clínico e à diretoria, que sempre me deram carta branca para que essas ações se tornassem realidade. Agradeço, também, a minha família, por entender minhas ausências. Ela sabe que é necessário que alguém tome a frente do hospital”, afirma Nilson Albu­querque.

Confira nossa galeria de imagens:





Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 25/03/2019


Comente esta Notícia