Esportes


Super Sênior-65: semifinal em Ouro Branco será disputada neste domingo, dia 24



A bola rolou no fechamento da classificação (turno e returno) do Campeonato Regional Super Sênior-65 - talvez o único campeonato no Brasil para esta faixa etária - e foram, então, definidas as posições dos semifinalistas. Mais uma vez, foi difícil para o Irajá arrancar uma vitória por goleada sobre o Bela Vista. A facilidade foi maior, mas o placar, menor. No turno foram 7 a 0 e, neste returno, 6 a 0. O centroavante Valdir marcou quatro gols  no primeiro e cinco neste segundo jogo. “Como no primeiro, ele (Valdir) perdeu um caminhão de gols”, ‘zoaram’ Luiz Carlos e Luiz Dias, após a partida. Roni completou a dose na preliminar do dia 17.

Ainda no Mapão, em Ouro Branco, na partida de fundo, mais um clássico daqueles que, mesmo neste ‘SS-meia cinco’, como diz o Brandão, a emoção e vontade de ganhar são iguais aos dos tempos de amador. Hélio arrancou pelo meio, ‘fez fila’ e mandou na rede aos 3 minutos de jogo, abrindo o placar para os congonhenses. Ainda no 1º tempo, Brandão recebeu na meia direita e lançou Ademir Santos no bico da área pela esquerda. O atacante invadiu a área e Birá fez a ‘alavanca’. Pênalti assinalado por Raimundo Faustelino e Rogério não desperdiçou. “A bola é leve; não estava boa. E pênalti é sempre uma responsabilidade maior, ainda mais em um clássico. Esperei o goleiro definir e toquei no outro canto (o da direita)”, explicou o itabirano, que viaja 340 km só para jogar pelo Campolina.

Veio o segundo tempo, Ademir fez 2 a 1 e Ailton Capeta fez 3 a 1, depois de beber uma água fresquinha que a esposa levou ao alambrado no intervalo. Tipo Egídio, do Cruzeiro “Uma aguinha, amor. Uma aguinha, amor”.

Já no final da partida, Hélio voltou a marcar para os tricolores congonheses. O Mackenzie ainda deu a blitz nos minutos derradeiros, mas o Campolina confirmou a liderança com a vitória em 3 a 2.

Após a partida, Paulinho Lobinho concedeu uma entrevista exclusiva à reportagem do Jornal CORREIO e da Rádio CIDADE 98 FM o atleta fez questão de destacar o trabalho da imprensa especializada. “Em primeiro lugar, eu quero agradecer por este trabalho que você faz: é maravilhoso. Você trabalha para nós. E falar sobre clássico é lembrar que clássico se vence nos detalhes - e eles venceram. No ‘meia cinco’, a gente é sempre vencedor, por poder estar jogando’. Com esses resultados, o Campolina somou 16 pontos, o Mackenzie ficou com 12 , o Irajá com 7 e o Bela Vista, com 0.

 

Semifinal

 

A semifinal será em apenas um jogo e teremos o cruzamento: 1º x 4º e 2º x 3º. Na preliminar das 8h30 deste domingo, dia 24, o Mackenzie encara o Irajá. Para o atacante Hélio, todo respeito é pouco. “Vencemos os dois jogos da classificação, mas temos que estar atentos, pois a semifinal é decidida em jogo único”. O empate beneficia o time congonhense. “Marcelo 3/8” sabe do potencial do adversário, mas apresentou um esquema para chegar à vitória: “Vamos fazer uma retranca e jogar com muita calma até chegar ao gol”, definiu o meia.

A seguir, o Campolina enfrenta o Bela Vista e um detalhe não sai da cabeça dos ouro-branquenses. “Porco magro é que suja a água. Já fomos eliminados duas vezes pelo Bela Vista em outros campeonatos e temos que ter muita atenção”, revelou o armador Brandão. O atacante Alfredo também se apega à tradição. “Não jogamos bem até aqui. A bola não está chegando ao ataque, mas agora começa uma outra competição: nós já tiramos o Campolina duas vezes e vamos tentar repetir o feito”, explicou o atacante Alfredo, o primo do Jaci. O Campolina tem a vantagem do empate nesta semifinal.

Para a final, também no Mapão, dia 31, uma grande festa está sendo preparada e o regulamento é claro: a decisão é também em apenas um jogo, só que, no caso de empate, o campeão do troféu que leva os nomes de Nelson Severiano e Lilinho de Almeida, da Aredesma, será conhecido nas penalidades máximas. (Amauri Machado)




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 24/03/2019


Comente esta Notícia