Saúde


PMCL fechará laboratório para contratar serviços da rede particular



Uma importante estrutura na área de Saúde de Lafaiete deve ser fechada em breve. Ainda no primeiro semestre de 2019, a prefeitura planeja encerrar 100% das atividades do laboratório central, que funciona na policlínica mu­nicipal. A decisão foi questionada por alguns lafaietenses, como Ângelo de Souza Júnior. Pós-graduado em Gestão Pública da Saúde, ele classificou a atitude como um retrocesso. "Poucos anos atrás, os laboratórios que prestavam serviços à policlínica abandonaram o mesmo, forçando o laboratório municipal a se estruturar rapidamente. Com estes retrocesso, os serviços ficarão sob a responsabilidade da iniciativa privada, sem a existência de um laboratório municipal. O próximo prefeito já assumirá com essa corda no pescoço", dispara. A informação sobre o fechamento foi confirmada pelo secretário municipal de Saúde, Ricardo da Silva.

Segundo afirma, a justificativa está na economia estimada com a medida. "Desde abril, o laboratório atende de portas fechadas, exclusivamente, às demandas de emergência e urgência da Policlínica. Já estamos no segundo ciclo mensal de experiência, com a realização de parte desses exames pela rede privada credenciada pelo SUS, com alto grau de sucesso e possibilidade de considerável economia e eficiência", detalha. O secretário também assegura que a rede pública também dará assistência durante a madrugada. "Desde o dia 13 de novembro, os laboratórios privados credenciados ao SUS já realizam os exames de ur­gên­cia/emergência da policlínica em regime de plantão (24h). As coletas são realizadas pelos técnicos de laboratório nos mesmos horários. Em seguida, o laboratório privado envia o resultado para o e-mail da Policlínica, que é entregue ao médico solicitante", explica.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 28/12/2018


Comente esta Notícia