Comunidade


Anel rodoviário seria solução para problemas com carretas



Na edição 1452, o Jornal CORREIO revelou o medo dos moradores das ruas Padre Lobo e Ruth de Souza, na Chapada (região nordeste). Com uma média de 10 carretas paradas por mês, eles temem que um acidente fatal possa acontecer. Para o Departamento Municipal de Trânsito (DMTT), a solução natural seria uma rota de desvio, mas como a cidade não possui essa alternativa, não é possível proibir o tráfego dos veículos: "A prefeitura, em atenção ao problema constante de carretas quebradas na rua Ruth de Souza, criou um decreto e portaria buscando amenizar os problemas e riscos. Esse decreto não proíbe. Somente restringe dias e horários, fixando normas de como trafegar no município com mais segurança".





Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 21/12/2018


Comente esta Notícia