Saúde


Psicóloga alerta: jovens estão mais expostos ao vício nas redes sociais



Ansiedade, menor concentração, baixo rendimento no estudo e trabalho, conflitos de relacionamento, isolamento social e até alguns problemas físicos ligados ao excesso de digitação e postura inadequada frente aos dispositivos são alertas para um problema que afeta a cada dia mais pessoas: o vício em redes sociais. Segundo pesquisa realizada pela Instituição de Saúde do Reino Unido, redes sociais são mais viciantes que o álcool e o cigarro. Entre as redes analisadas no estudo, o Instagram foi avaliado como o mais prejudicial. O estudo mostrou que o compartilhamento de fotos pelo Instagram impacta negativamente o sono e a autoimagem. Os jovens avaliados estavam ansiosos, deprimidos, com baixa autoestima. O estudo envolveu quase 1,5 mil jovens, entre 14 e 24 anos ? grupo para o qual as taxas de ansiedade e depressão aumentaram 70% nos últimos 25 anos. 

 

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, 01 de setembro



Escrito por Redação, no dia 01/09/2018