Saúde


Criança busca doadores para vencer leucemia



Mais uma lafaietense trava uma batalha contra a leucemia. Diagnosticada em julho passado, Luana, de 9 anos, tem como esperança para a cura um transplante de medula. "Em junho passado, ela chegou da escola e me mostrou um caroço na coxa esquerda, que eu achei estranho. Por recomendação da tia e prima, que são médicas, levei minha filha a um cirurgião. Então, ela foi submetida a um ultrassom, que detectou oito  linfonodos alterados. A biópsia apontou uma neoplasia maligna, só que não afirmava se era linfoma ou leucemia", conta a mãe, Danielle Cardoso Baracho Lotti.
Em busca de um diagnóstico mais preciso,  ela foi internada, às pressas,  na Santa Casa de BH. "Contamos com a ajuda de muitas pessoas para isso. Lá foram feitos vários exames, entre eles, o mielograma, que constatou câncer na medula óssea. O diagnóstico foi de LLA- Leucemia linfocítica aguda tipo B comum", detalha. A partir daí, a vida da família mudou completamente. Sou separada do pai da Luana, Fábio, há 4 anos. Como eu tive que ficar com a Luana em BH, deixei três filhos aqui, em Lafaiete, e a minha filha mais velha, Amanda, 22 anos, teve que assumir a casa e cuidar dos irmãos, Felipe, de 17 anos, e Diego, de 8 anos. Foi uma mudança na alimentação, nas brincadeiras de criança, na vida escolar e social da Luana e de todos da casa", lembra.

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, 7 de julho



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 06/07/2018


Comente esta Notícia