Comunidade


Bebê morre sem ar 7 minutos após o parto e pais questionam Hospital Queluz



Um jovem casal de São Vicente, na zona rural de Lafaiete, procurou o Jornal CORREIO, na bus­ca por explicações para a morte do filho, Kelvin Kauan Cirino, que viveu apenas 7 minutos após o parto. De acordo com o pai da criança, o lavrador Rubens Gabriel Cirino, 21 anos, sua esposa teria sofrido dores durante cinco dias, até o desfecho trágico. Na certidão de óbito de Kelvin, lavrada no dia 6 de março, constam como causas da morte Anóxia ? neonatal ? insuficiência respiratória aguda e prematuridade. Constam, ainda, duas consultas de pré-natal. Fotos da criança repassadas à nossa equipe mostram, ainda, marcas roxas pelo corpo do bebê, já sem vida. De acordo com familiares, uma das pernas da criança estaria quebrada.

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 10 de março



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 09/03/2018


Comente esta Notícia