Saúde


Com 2ª morte suspeita em Lafaiete, casos de febre amarela sobem 60% em 5 dias



Gostaria de fazer um apelo a todos para que procurem um posto de saúde e se imunizem contra a febre amarela". Es­se é um apelo, feito em redes sociais, de um lafaietense que perdeu o irmão, na terça-feira, dia 20, possivelmente, vítima da doença. Wilton José Pereira é irmão de An­derson Pereira, de 41 anos, morador do bairro Que­luz, em Lafaiete, que estava internado com suspeita de febre amarela no Hospital Regional de Bar­ba­ce­na, desde o dia 17. Anderson faleceu no início da madrugada de terça-feira por falência múltipla dos órgãos e febre hemorrágica. Segundo a Secretaria de Saúde de Barbacena, o material colhido foi enviado para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), para se obter o diagnóstico definitivo, por meio de exames laboratoriais.

Em sua página no Facebook, Wilton Pereira agradeceu a equipe médica do Hospital Regional pela atenção e carinho para com seu irmão, durante o período em que ficou internado. E fez um desabafo: "É horrível ver uma pessoa da maneira que vi meu irmão, em um leito de CTI. Ele saiu de casa andando e voltou dentro de um caixão.

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 24 de fevereiro





Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 23/02/2018


Comente esta Notícia