Judivan participa do Carnafolia em Congonhas - CORREIO DA CIDADE
Comunidade

Judivan participa do Carnafolia em Congonhas

A diversão tomou conta de Congonhas em mais um dia de Carnafolia 2018. Os foliões curtiram os blocos carnavalescos que passaram na segunda-feira, dia 12 fevereiro, pela avenida, entre eles as Mimosas e o Rapozama, que trouxe o jogador do Cruzeiro, Judivan. Os palcos Marechal e Quarteirão do Samba apresentaram o melhor do samba rock, do pagode e da batucada.

 

A festa começou no fim da tarde, com o desfile de um dos blocos mais tradicionais da cidade. As Mimosas, com toda sua graça e alegria, desfilaram entoando ao som da famosa marchinha composta pelo músico Nilo Sérgio: "Me abraça, me beija/Faz de mim o que quiser/Que eu estou aqui para o que der e vier".

 

Os blocos Pé na Cova e Unidos do Brejão também atraíram centenas de pessoas à avenida, com muita música e animação. Já o grupo POP  (Poente Prateado) coloriu a Marechal de verde e amarelo: a melhor idade aproveitou a folia e mostrou carisma.

 

Há 14 anos, o Rapozama mostra que os torcedores do Cruzeiro também são apaixonados pelo carnaval congonhense. Este ano, o destaque do bloco, que fechou o dia de desfiles, foi o jogador Judivan que, após sofrer uma grave lesão no joelho esquerdo durante o Campeonato Mundial Sub-20 de Seleções, em 2015, voltou aos campos no final do ano passado. O Rapozama traz personalidades ligadas ao Cruzeiro, como jogadores, dirigentes e cronistas esportivos.

 

Pela primeira vez, a moradora do Campo das Flores, Emília de Jesus, desfilou pelo Rapozama. Ela também aproveitou os shows apresentados no Quarteirão do Samba. "O desfile foi muito bom, adorei! Não sou cruzeirense, mas uma amiga minha é e ela me convidou. Adoro isso aqui. O Carnaval de Congonhas está muito bom", diz.

 

Música para todos os gostos

 

Quem passou pelo Quarteirão do Samba no fim da tarde dançou e cantou ao som de músicas para todos os gostos e toda a família, com o Grupo Cadência do Samba. O vocalista Jean Nascimento de Oliveira ficou satisfeito com a presença dos foliões. "É a segunda vez que tocamos no Quarteirão do Samba. Foi muito bom chegar e ver o público todo ali. Preparamos um repertório bem mesclado, com samba, pagode e marchinhas, para atender a todos", conta.

 

A banda Soul do Bem levantou a galera da Praça JK com o melhor do samba rock e, claro, não deixou as marchinhas carnavalescas de lado. O grupo Samba de Casa, formado por pessoas da mesma família, atraiu o público, que pedia bis. A noite fechou com a banda Odilara.

 

Já no Palco Marechal, a folia ficou por conta do DJ Samuel e do Sambatucada.


Notícia enviada por Redao, no dia 13/02/2018




Comente esta Notícia

Galerias

Noite de homenagens em Lafaiete promovida pela agência de pesquisa RJSUL Comunicação (antiga CNPP)

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro