Polícia

Ação conjunta das polícias Civil e Militar prendeu os suspeitos de agredir e assaltar casa paroquial

Em menos de 24 horas, em uma ação rápida e conjunta das Polícias Civil e Militar, foram identificados e presos os cinco suspeitos de agredir o padre Roberto de Carvalho Bruno durante assalto na casa paroquial da Igreja Bom Pastor, no Santa Matilde (zona sul). Após tomarem conhecimento, imediatamente, os policiais fizeram levantamentos que possibilitaram a identificação de cinco suspeitos de envolvimento no crime, sendo dois homens e três mulheres.

Na sexta-feira, dia 12, uma suspeita foi conduzida pela Polícia Militar à Delegacia de Polícia Civil e prestou depoimento ao delegado Daniel Gomes de Oliveira, da Delegacia de Furtos e Roubos. A mulher confessou a participação no crime, e confirmou a identidade dos demais suspeitos.

Durante um patrulhamento de rotina pelo bairro São João (zona sul), uma equipe da Polícia Militar observou um homem, que ao avistar a viatura fugiu, deixando para trás, entre outros materiais, certa quantidade de drogas e um aparelho celular. Por meio do material recolhido, foi possível verificar que o fugitivo era um dos autores que praticaram o roubo na casa paroquial.

Após diligências realizadas na residência do suspeito, foi localizado, juntamente com dois comparsas, um homem e uma mulher, além de uma submetralhadora artesanal utilizada no roubo, certa quantidade de drogas e dinheiro. Os suspeitos e os materiais foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Conselheiro Lafaiete.

Em continuidade aos trabalhos, guarnições da Polícia Militar encontraram também, na residência de um dos suspeitos, o veículo VW Gol, placa HEW-9110, utilizado no roubo na casa paroquial. O automóvel apresenta sinalização de roubo, fato acontecido na madrugada do dia 11 de janeiro no bairro Santa Mônica, em Congonhas.

O trabalho conjunto entre as Polícias Civil e Militar possibilitou o rápido esclarecimento do delito e, consequentemente, a identificação de todos os suspeitos e a prisão de quatro deles, a apreensão de uma submetralhadora e a recuperação do veículo roubado em Congonhas e utilizado no crime. O delegado Daniel Gomes de Oliveira e o comandante tenente coronel, Fabiano Rocha dos Santos, afirmam que os resultados obtidos demonstram uma salutar integração entre as polícias Civil e Militar.

O assalto

O padre Roberto de Carvalho Bruno, da Paróquia do Bom Pastor, no bairro Santa Matilde (zona sul), foi agredido durante assalto na casa paroquial, na quinta-feira, 11 de janeiro.

Ele estava em casa, quando uma mulher com uma criança nos braços o chamou no portão da casa paroquial. Ao sair para atender, o padre foi surpreendido por dois homens que o agrediram brutalmente.

Ao perceber a movimentação, os vizinhos acionaram a polícia, mas os bandidos já haviam fugido, levando dinheiro, o celular do padre e outros objetos. Não se sabe a quantia que foi levada pelos criminosos. O padre Roberto foi levado ao hospital, já que ficou bastante ferido por conta das agressões. O religioso já se encontra em repouso na casa paroquial, agradece as manifestações de apoio e pede orações.


Notícia enviada por Redao, no dia 13/01/2018




Comente esta Notícia

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro