Saúde


Região trata mais de 300 casos de HIV



Se você já teve relações sexuais desprotegidas, compartilhou seringas ou possui qualquer dúvida sobre ter contraído uma doença sexualmente transmissível, você não deve mais esperar para saber. Segundo a coordenadora da Centro de Promoção da Saúde, a enfermeira Alésia Fernandes, ainda é grande o número de pessoas que procuram por diagnóstico e tratamento para Aids/HIV tardiamente, já em fase de infecção crônica e com infecções oportunistas associadas. "O HIV/Aids é uma doença que ainda não tem cura, mas pode ser tratada. O acesso ao diagnóstico precoce é fator determinante para melhor resposta ao tratamento, que está disponível pelo SUS e com total sigilo. O Centro de Promoção da Saúde é a referência no tratamento HIV/Aids e Hepatites Virais da região da saúde de Conselheiro Lafaiete/Congonhas.  Atendemos 18 municípios", acrescenta

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 30 de dezembro


Escrito por Redação, no dia 29/12/2017