Cultura


Guardando a fé na ponta dos dedos, lafaietense mantém acervo com mais de 700 terços



Há 46 anos, o primeiro item chegou às mãos de Vera Sebastiana Milagres. De cristal, perfeito e delicado, o terço escolhido cuidadosamente foi o presente de 15 anos dado pelo seu pai. A peça  chegou à vida de Vera não só para marcar a data, mas para transformá-la em uma colecionadora. 
Atualmente, a aposentada, de 61 anos, reúne mais de 700 exemplares deste item, que surgiu a partir do ano 800, aproximadamente, à sombra dos mosteiros, como saltério dos leigos. Tão presente nos lares católicos, a reza do terço é praticada com fervor pelos fiéis e devotos da Virgem Maria ao longo dos séculos.

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 9 de dezembro



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 07/12/2017


Comente esta Notícia