Polícia

Dois homicídios marcam o feriado de 15 de novembro

Dois homicídios foram registrados pela Polícia Militar, na região. O primeiro caso ocorreu na terça-feira, dia 14, por volta das 21h22, em Congonhas, na rua Cornélio Souza Costa, região central.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada com informações de que havia uma pessoa, com ferimentos, deitada ao chão.  O informante, ainda de acordo com a PM, não sabia precisar se era um ferimento causado por faca ou revólver.

Ao chegarem ao local, os militares encontraram um homem caído, com os braços abertos e todo ensanguentado. A vítima estava caída a, aproximadamente, 25 metros de onde teria acontecido o crime.

Ao verificar os sinais vitais da vítima, ela ainda apresentava uma fraca pulsação. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas, o médico da unidade atestou o óbito.

Foi constatada uma perfuração no tórax, provavelmente causada por uma faca.

Durante o atendimento da ocorrência, foi realizado rastreamento pela viatura de apoio. Os militares localizaram um suspeito, identificado como C. R. A. M. Ele estava com os pés e as mãos sujas de sangue, próximo à rua Benedito Quintino, conforme já tinha relatado uma testemunha. Além dos vestígios de sangue, ainda teria comentando com outra pessoa que teria "feito" um cara, momento em que arremessou no rio uma faca também suja de sangue.

Ainda de acordo com a testemunha, ele estava no local do fato com a vítima, mas saiu para comprar pinga. Disse ainda que não conhece o autor e nunca o viu no local. Nos pertences da vítima foram encontrados uma bolsa vermelha contendo vários remédios e uma xerox de um RG, em nome de uma mulher e um tablet de cor rosa da marca Semp, que foram recolhidos.  Até o fechamento desta matéria, a vítima ainda não havia sido identificada.

 

Ouro Branco

O outro homicídio aconteceu na quarta-feira, dia 15 de novembro, por volta de 08h15, na rua Sibipiruna, bairro Belvedere, em Ouro Branco.

Dois homens encapuzados invadiram a casa da vítima Júlio Cezar, 28 anos e levaram o homem ao fundo do imóvel. Júlio foi morto com um tiro na cabeça e uma facada na região torácica. A faca usada no crime ficou cravada no corpo da vítima.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao imóvel.  Durante a vistoria encontrou seis pedras de crack e uma bucha de maconha, além de certa quantia em dinheiro trocado. A PM segue em busca dos autores do homicídio.


Notícia enviada por Redao, no dia 16/11/2017




Comente esta Notícia

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual matéria chamou mais atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro