Esportes


Casa Grande e Lafaiete medem forças valendo a liderança da Copa Amalpa



Os desacertos de Renato Pelé no comando do setor de futebol amador culminaram com sua de­missão. Dentre outros, a desorganização e a falta de jogadores na seleção, os portões fechados no es­tádio Santa Matilde, as ordens mal elaboradas e, por último, a exposição à eliminação de Lafaiete com o atraso do material no domingo, dia 22, em Queluzito, tornaram-se insuportáveis ao prefeito Mário Mar­cus a ma­nutenção de seu cargo na Secretaria Municipal de Educação e Esportes (Semede).

Nem mesmo o 'lobby' feito junto aos jogadores fez o prefeito repensar sua decisão. Ainda em Queluzito, nos propusemos a ouvi-lo em entrevista, mas Pelé preferiu não gravar, dizendo apenas que "gosto das coisas muito certas... não nasci na política e vou continuar levando minha vida normalmente", destacou o ex-chefe.

 

Leia a matéria completa na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 28 de outubro.



Escrito por Rafaela Melo, no dia 27/10/2017