Região

Meninas internadas com sintomas de intoxicação, em Ouro Branco, passam bem

As duas meninas que foram internadas com sintomas de intoxicação após passarem mal na escola municipal Raimundo Campos, na comunidade rural de Olaria passam bem.

A garotinha, de 5 anos, recebeu alta na segunda-feira, dia 9, e já está em casa. Em situação mais delicada, ela havia sido encaminhada para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) pediátrico da Santa Casa de Barbacena.

Já a menina, de 4 anos, ainda está internada no Hospital Raymundo Campos, mas apresenta quadro estável. Ela deverá receber alta, nesta terça-feira, dia 10, caso os últimos exames indiquem que não há mais sinais de envenenamento.

Ainda não há resultados dos exames realizados com materiais recolhidos na escola, mas nenhuma outra criança ou funcionário apresentou sintomas, o que torna improvável a intoxicação pela água ou pela merenda escolar.

Relembre o caso

Por volta das 16 horas da última quinta-feira, dia 5 de outubro, duas alunas da escola municipal Raimundo Campos apresentaram fortes sintomas de intoxicação e foram levadas ao Hospital Raymundo Campos. As crianças foram internadas para tratamento e, na tarde da sexta-feira dia 6 de outubro, a mais nova deixou a Sala Vermelha com a melhora do seu quadro, passando para o quarto na pediatria. A mais velha, em estado mais delicado, foi transferida para o CTI em Barbacena. Segundo o médico que as atendeu, a ação rápida da equipe da escola e dos pais foi crucial para conter o agravamento da situação.

Nenhuma outra criança da escola apresentou sintomas semelhantes, o que levou à suspeita de envenenamento por alimento ou agente externo à escola, ao invés de intoxicação alimentar com a merenda. No entanto, nenhuma possibilidade foi descartada pela equipe que apura o ocorrido.

Na sexta-feira pela manhã, a secretária de Educação, Magda Rocha, esteve na escola de Olaria conversando com a equipe pedagógica e com os alunos sobre o acontecido. As aulas ocorreram normalmente.

Secretaria Municipal de Educação, Vigilância Sanitária e Polícia Civil trabalham na investigação das causas do incidente.


Notícia enviada por Rafaela Melo, no dia 10/10/2017




Comente esta Notícia

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro