Saúde

Governo volta atrás e mantém vacinação contra a influenza apenas para os grupos prioritários

Na sexta-feira, dia 2, o Ministério da Saúde decidiu disponibilizar a vacina contra a gripe a toda a população, de qualquer faixa etária. A medida seria válida a partir da segunda-feira, dia 5, enquanto durarem os estoques. Mas a decisão durou pouco: após um dia de trabalho, em uma nota encaminhada pelo setor de Vacinação de Vacinação, o governo de Minas informou que a vacinação ampla estava suspensa, mantendo apenas, a imunização dos grupos prioritários, que se estenderá até a sexta-feira, dia 9.

Confira a nota na íntegra:

"A vacina disponibilizada pelo Ministério da Saúde para o ano de 2017 protege contra os três subtipos do vírus da influenza (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é vacinar os grupos com maior vulnerabilidade para complicações e mortes. A maioria dos casos de influenza são casos leves e que se resolvem espontaneamente, sem sequelas ou complicações. Entretanto, nos grupos mais vulneráveis, quadro clínico pode se complicar e gerar outras doenças graves, como a pneumonia bacteriana. A vacina contra influenza é segura e também é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe.

A Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais mantém a Campanha de Vacinação contra a Influenza até o dia 09/06/2017 para os grupos prioritários comtemplados: crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes em qualquer idade gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas aldeados; indivíduos com 60 anos ou mais de idade; professores na ativa da educação infantil, ensino fundamental, médio e superior das escolas públicas e privadas; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, mediante prescrição médica; e população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Do total de 5.560.505 indivíduos incluídos na população a vacinar em Minas Gerais, a meta da campanha é vacinar 90% destes. Até a segunda-feira, dia 5, a cobertura vacinal do estado de Minas é de 81,22%, com um total de 832.916 não vacinados entre os grupos prioritários. A meta foi alcançada no grupo de indígenas e puérperas, com 100,35% e 90,73%, respectivamente. Os demais grupos estão com baixa cobertura vacinal, sendo as gestantes (65,56%), crianças (66,76%), professores (83,67%), Trabalhador de Saúde (84,53%) e idoso (87,18%). Além do grupo prioritário, também foram aplicadas 878.829 de doses nos grupos de pessoas com comorbidades, população privada de liberdade e trabalhadores do sistema prisional. Trezentos e trinta e quatro (39,16%) municípios mineiros alcançaram a meta de 90% nos grupos prioritários, destes 85 (9,85%) alcançaram homogeneidade da cobertura de vacinação.

O estado de Minas Gerais tem mais de 20 milhões de habitantes e, portanto, uma eventual ampliação de públicos depende do envio de quantitativos extras. No momento, o Estado dispõe de cerca de 1,6 milhões de doses. Com a ampliação da oferta da vacina da influenza não será possível atender toda a população mineira. Assim, a Secretaria de Estado da Saúde solicita que somente as pessoas definidas como público-alvo da campanha compareçam às Unidades de Saúde para receber a vacina contra a gripe até o dia 09 de junho de 2017.

Vale ressaltar que os municípios deverão contabilizar as doses necessárias para atender o esquema de segunda doses em crianças, pois não temos estoque para disponibilizar futuramente. Os municípios que já alcançaram a meta de 90% em todos os grupos prioritários e tiverem estoque de vacina disponível, podem estender a vacinação para o restante da população. Salientamos que somente o quantitativo residual estará disponível para vacinação, não ocorrendo envio de doses adicionais. Solicitamos que as Regionais de Saúde que tomem ciência e socializem aos seus municípios de abrangência para seguirem as orientações".

 

A nota é assinada por Eva Lídia Arcoverde Medeiros (coordenadora Estadual de Imunização - DVE/SVEAST/SUB.VPS/SES-MG) e Janaina Fonseca Almeida (diretora de Vigilância Epidemiológica -

SVEAST/Sub.VPS/SES-MG)

 


Notícia enviada por Rafaela Melo, no dia 06/06/2017




Comente esta Notícia

Galerias

Noite de homenagens em Conselheiro Lafaiete!

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro