Saúde

FASAR realiza campanha de vacinação contra a gripe


Com o objetivo de reduzir as complicações decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, comumente conhecida como gripe, a Faculdade Santa Rita (FASAR) promoveu a campanha de vacinação, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Conselheiro Lafaiete, no período de 29 de maio a 1º de junho.

A campanha foi organizada pela professora Daniele Baldino, coordenadora do curso de Enfermagem da FASAR, com o auxílio das professoras Ana Cláudia Gonzaga, Gleidyene Pinheiro, Rafaela Gonçalves e Sônia Albuquerque, e contou com a colaboração dos acadêmicos do nono período do mencionado curso, que realizaram o evento como atividade para a disciplina de Estágio Curricular em Atenção Primária, mais precisamente como extensão das atividades realizadas atualmente nas Unidades Básicas de Saúde.

O público estimado para a campanha de vacinação contemplou o corpo docente da Faculdade e do Colégio Santa Rita FASAR. Os acadêmicos de Enfermagem da FASAR foram devidamente supervisionados pelos docentes enfermeiros frente à aplicação da vacina da gripe aos professores. De acordo com a coordenadora Daniele Baldino, "tal atividade é importante para o desenvolvimento acadêmico, pois possibilita um trabalho de interação da teoria com a prática por meio do exercício da profissão". 

As professoras Ana Cláudia Gonzaga, Gleidyene Pinheiro, Rafaela Gonçalves e Sonia Albuquerque afirmam que a prevenção é uma importante estratégia na Atenção Básica. Os acadêmicos do curso de enfermagem da FASAR realizam esta atividade com base nos princípios do SUS e na promoção à saúde, enfatizando o combate às doenças e a prevenção.

A mesma campanha foi realizada também pela equipe do curso de Enfermagem da FASAR no Museu e Arquivo Antônio Perdigão para atender a comunidade externa à faculdade, imunizando crianças de seis meses a cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde sob potencial risco de contrair a infecção pelo vírus influenza e envolvidos na resposta a possíveis casos da doença, idosos com 60 anos ou mais de idade, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, professores na ativa da educação infantil, ensino fundamental, médio e superior das escolas públicas e privadas.

Fonte: Fasar 


Notícia enviada por Hugo Pacheco Jr, no dia 05/06/2017




Comente esta Notícia

Galerias

Família Meireles se dedica a manter tradição viva e não deixar silenciar o som das Violas de Queluz

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro