Esportes

Piranguense fica entre os quatro melhores no Mineiro de Bodybuilding

Por Renato Crispiniano

O esforço e a força de vontade devem fazer parte da rotina diária das pessoas. Para os esportistas, essa prática também deve ser constante e foi o que aconteceu na vida do fisiculturista, Frederico Patrício Coelho, 23 anos, morador da Vila do Carmo, em Piranga.

Treinado pelo Educador Físico, Donizete Martins, do município de Viçosa, Frederico, conhecido como 'Fred Muralha' se dedica ao esporte há cerca de três anos, mas conta que desde 2016, vem se dedicando mais intensamente ao esporte através de dietas e treinos intensos. Competidor da categoria Men's Physique, Frederico, participou no dia 30 de abril, em Belo Horizonte, do Campeonato Mineiro e conseguiu um importante 4º lugar, entre 12 atletas de alta performance do ranking mineiro. A competição foi organizada pela Federação Mineira de Bodybuilding e aconteceu no Colégio Nossa Senhora do Monte Calvário, no Barro Preto.

Sem patrocínio e lutando sempre pelo melhor resultado, Fred comemora o feito e revela que já participou de outros campeonatos. "Esse é o terceiro que participo. A primeira vez participei do Campeonato Mineiro, em abril de 2016, em que fiquei na 7ª colocação, entre 19 participantes. O segundo foi no Body Builder Extreme, da Federação Mineira em agosto de 2016, quando fiquei na 4ª colocação, entre nove participantes e agora consegui me superar outra vez", disse.

Na recente competição, o fisiculturista participou da categoria que pela Federação é conhecida como Men's Sport Model Bermuda. Segundo ele, nela, os árbitros julgam boa forma e simetria combinadas com musculatura e aparência geral. "Está não é uma categoria que prioriza a hipertrofia máxima, nela é avaliado presença de palco, personalidade e postura", disse.

Para o atleta, vencer em Belo Horizonte e ficar em quarto lugar na competição foi emocionante. "È difícil explicar, pois é muito sacrifício para se alcançar um bom resultado, a pior parte, às vezes, é a dieta rígida. Sempre preciso me manter focado no objetivo. A competição está mais acirrada e o nível dos atletas cada vez melhor".

Ainda de acordo com Frederico, o principal desafio para seguir no esporte é a falta de patrocínio. "No Brasil, o esporte melhorou muito, mas ainda não é tão valorizado. Fica muito caro manter a dieta, a suplementação e as viagens", revelou ao ressaltar que apesar desses obstáculos, a expectativa é continuar evoluindo e competir no Brasileiro e no Sul-americano até chegar ao nível de Mister Universo, considerado o auge da carreira. "Esse ano ainda temos duas competições uma estadual e o Pan Americano, em novembro", esclarece Frederico.

"Esse é o esporte que mais me identifico, não só com a mente esperando a próxima batalha, mas desde quando me levanto até a hora de dormir. A evolução me faz querer ser cada dia melhor e superar meus limites", afirma. O atleta procura patrocínio e empresas interessadas em apoiá-lo. 


Notícia enviada por Hugo Pacheco Jr, no dia 13/05/2017




Comente esta Notícia

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro