Cultura


Historiadores destacam obra e vida de Lafayette Rodrigues Pereira em seu 183º aniversário de nascimento



No texto, Avelina resgata alguns dos fatos mais relevantes da vida do conselheiro do Império. Ela destaca que a vida de Lafayette é cheia de grandes lances e atenta para sua verve política. "Um dos que mais aprecio é que Lafayette era do Partido Liberal, opositor ao Partido Conservador, que era favorável ao imperador. Ele até assinara o Manifesto Liberal de 1869. Dom Pedro II era uma figura humana grandiosa e também tinha, em sua vida, lances incríveis, paradoxais como o que vou citar em seguida. Não é que um dia o Imperador, representante maior do imperialismo no Brasil, desiludido com a atuação dos próprios correligionários que o rodeavam no poder, pediu ? imaginem só ? ao Partido Liberal que lhe indicasse o nome de um liberal para ser Primeiro Ministro", conta, lembrando que o nome escolhido foi o de Lafayette, que não queria aceitar em razão de suas convicções liberais. No trato direto com o imperador, o queluziano constatou a autêntica envergadura "liberal" de D. Pedro, no íntimo um "democrata", e se tornou um amigo fiel e sincero do nobre dirigente do Império.

Leia a matéria completa na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 15 de abril


Escrito por Rafaela Melo, no dia 13/04/2017