Comunidade

Bombeiros alertam para segurança ao ficar preso em elevadores

Escada ou elevador? Quem se pergunta qual a melhor opção para chegar ao destino desejado, geralmente, coloca na balança o menor esforço x aquele friozinho na barriga que quase todo mundo sente quando o elevador começa a se mover ou para. Mas você saberia como agir caso o elevador simplesmente deixasse de funcionar com você lá dentro? E se não houvesse nem mesmo um ascensorista para te orientar?

 

A experiência nada agradável foi vivida pela auxiliar de cirurgiã dentista Rosielen Christiane da Silva, 29 anos (foto). Por causa das chuvas de dezembro de 2013, o edifício onde trabalhava teve o fornecimento de energia interrompido, fazendo com que ela ficasse presa, sozinha, entre o 2° e 3° andar: "A minha sorte foi o celular ter dado área (o que é muito difícil dentro de elevadores). Como ele ficou travado entre dois andares, era impossível o porteiro abrir a porta. Então, fiquei aguardando 40 minutos até a chegada dos bombeiros. Durante esse tempo, a sensação de falta de ar era muito grande. Eu me lembrei dos relatos de pessoas que passaram por situações semelhantes e tentei manter a calma, para não sofrer ainda mais com a falta de ar", relembra Rosielen.

 

Hoje um pouco mais recuperada do trauma, a moradora do Resende (zona leste) se mantém atenta à situação dos elevadores que usa e percebe que muito ainda precisa ser feito para que se tornem mais seguros: "Todo mundo que usa elevador está exposto a esse tipo de risco. Noto que os porteiros, na maioria das vezes, não têm preparo para agir nessas ocasiões e que alguns elevadores sequer têm interfones - inclusive aquele no qual fiquei presa. Isso precisa ser fiscalizado com mais atenção", alerta.


Notícia enviada por Frances Santana, no dia 20/01/2017




Comente esta Notícia

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro