Comunidade


Mínimo tem menor aumento em 15 anos e desagrada lafaietenses



 

Para uns, representa alguns itens a mais no carrinho do mercado. Para outros, não cobre nem a cerveja do fim de semana. O fato é que o acanhado reajuste de 6,47% no salário mínimo não agradou muito aos lafaietenses.  Desde o dia 1° de ja­neiro, o valor de referência nacional pas­sou de R$ 880 para R$ 937 - R$57 a mais, pagos a partir de fevereiro. Com isso, a valorização do salário mí­­nimo, que o brasileiro se acostumou a acompanhar durante mais de uma década, perdeu o fôlego.  Em 2016, o ganho real foi de 0,36% e este ano não existiu. Segundo o Depar­tamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), pa­ra suprir dignamente todas as ne­cessidades, o valor do mínimo deveria ser R$ 3.856,23.

Leia a matéria completa na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, dia 7 de janeiro de 2017.


Escrito por Hugo Pacheco Jr, no dia 06/01/2017