Colunas


Bruxismo: O que é? Causa e Tratamento



 O bruxismo é uma desordem funcional que se caracteriza pelo ranger ou apertar dos dentes geralmente durante o sono. Essa pressão pode provocar desgaste, perda óssea e fratura nos dentes.

Essa disfunção provavelmente está relacionada a fatores genéticos, estresse, tensão, ansiedade, e problemas de Oclusão.

Não se sabe porque mas o bruxismo acomete 15% das crianças e indistintamente homem e mulher.

Além do desgaste e da fratura nos dentes, o Bruxismo também pode provocar dores de cabeça, zumbido no ouvido, dor no pescoço, na mandíbula e músculos da face, estalos ao abrir e fechar a boca e alteração do sono.

 Não se conhece, ainda, um tratamento eficaz para curar o Bruxismo. Medicamentos ansiolíticos são úteis para o controle dos quadros de estresse e ansiedae que podem estar associados, mas não são a causa do distúrbio que, aliás, não está suficientemente esclarecida.

 O recurso mais indicado para o controle do Bruxismo são as Placas Miorelaxantes, que são moldadas de acordo com o formato da arcada dentária do paciente. Elas ajudam a restringir os movimentos dos músculos mastigatórios e reduz o trauma que provoca o desgaste e o abalo dos dentes.

Recomendações:

- Consulte o Cirurgião Dentista com regularidade;

- Evite apertar os dentes, quando estiver empenhado em uma tarefa ou situação mais complicada;

- Procure não morder sistematicamente objetos duros, como pontas de lápis ou canetas, e é necessário também evitar roer as unhas;

- Faça atividade física, para ajudar a controlar o estresse e as crises de ansiedade que podem favorecer o apertar dos dentes;

- E nunca se esqueça de fazer o uso sistemático da Placa Miorelaxante no período do sono, e se observar o problema no período diurno faça também o uso da Placa sempre que possível.

 

 

Serviço:

Class Odontologia Estética

Marcelo Augusto Barros de Albuquerque

Honorica Andrade Pires

Endereço: rua Coronel Albino, 202, Fonte Grande (próximo ao Hotel Meri)

Telefone: 4114-1196

WhatsApp: 99544-1805

 


Escrito por Marcelo Augusto, no dia 04/11/2019