Colunas


Feliz Natal para o currículo Nacional



preciso nascer para uma vida nova. O MEC estava prenhe da Base Nacional para a Educao Infantil, que acaba de nascer para a educao infantil at o ensino fundamental. Espero que seja um nascimento saudvel e que a criana nasa forte, trazendo esperanas para todos. As ideias abaixo sinalizam o futuro das crianas que vero o nascimento de uma escola nova, com currculo diferenciado. Que esse nascimento da Base Nacional seja para um melhor projeto social.

?Aps trs anos de discusses, mudanas e milhares de colaboraes, o Ministrio da Educao homologou nesta quarta-feira (13/12/2017) a chamada Base Nacional Comum Curricular. A base prev aquilo que escolas pblicas e privadas devem ensinar a cada ano da educao bsica (da educao infantil ao ensino fundamental). A discusso sobre o ensino mdio, principal gargalo da educao nacional, foi congelada pelo governo e ser alvo de outra proposta.

A norma vai orientar redes pblicas e escolas privadas na elaborao de currculos, alm de impactar na produo de livros didticos. As redes e escolas tm at 2020 para se adequarem. Hoje, nas escolas, so usadas diretrizes genricas. A base, um documento de mais de 450 pginas, dividida em cinco reas de conhecimento: linguagens, matemtica, cincias da natureza, cincias humanas e ensino religioso. Meno s expresses de identidade de gnero e orientao sexual foi alvo de polmica, dividiu educadores e grupos religiosos e as expresses acabaram sendo retiradas do texto.

A discusso sobre o documento comeou em 2014, com a instituio do Plano Nacional de Educao, que colocou a base como uma das metas. A elaborao oficial teve incio em 2015, durante o governo Dilma Rousseff. Desde l, a pasta da Educao j teve seis ministros diferentes e o pas, dois presidentes (e um processo de impeachment).

A verso mais recente do texto contou com mais de 500 contribuies. De acordo com o Ministrio da Educao, 235 documentos foram entregues durante audincias pblicas e houve, ainda, o registro de 283 manifestaes orais. O parecer da base j prev uma reviso. Cinco anos aps a implementao, em 2025, o pas deve voltar a discutir seu contedo.

De olho no calendrio eleitoral, a gesto Temer manobrou para homologar a base ainda neste ano. O ministro da Educao, Mendona Filho (DEM), deve sair do cargo em abril para se candidatar ( cogitado para a disputa do governo de Pernambuco ou de uma cadeira no Senado).

Integrante do Conselho Nacional de Educao e presidente da comisso que analisou a Base ao longo de meses, Cesar Callegari criticou a gesto Temer pelo formato do evento de homologao. "Considero um desaforo que a Base seja utilizada para interesses polticos menores. Sua homologao no Palcio do Planalto um desrespeito a uma obra escrita por milhares de mos, acima das disputas polticas partidrias. Ao tentar capitalizar para si o trabalho de tantos educadores, o governo amesquinha a Base e compromete a sua legitimidade", disse Callegari.??

Apesar de meus sinceros desejos de um feliz Natal para a Base Nacional, os argumentos de Callegari desmontam meu romantismo pedaggico. Infelizmente, a manipulao poltica interesseira desesperada do governo Temer na tentativa absurda de reconstruir sua imagem poltica desgastada tem sido a ferramenta do governo para tomar decises apressadas sobre decises srias como a aprovao desse documento que tem por funo mudar o currculo e a metodologia de trabalho de milhes de professores, como tambm a linha editorial de livros didticos. Enfim, feliz Natal para um nascimento prematuro de uma Base que corre o risco de no ter base para sobreviver aos desafios da educao nacional. Meu Deus, sofro com isso!


Jos Antnio dos Santos

Mestre pela UFSJ

Contato: joseantonio281@hotmail.com

Fonte ? Texto com pargrafos adaptados, disponvel na Folha de So Paulo


Escrito por Educação, no dia 10/01/2018