Colunas


Frei Tibúrcio 1388



Será o fim?

Chegou ao genuflexório da coluna a informação de que o fedorento, nauseabundo e morto rio Bananeiras parou de correr no trecho entre o mercado municipal e a rua São Jorge, na parte baixa da cidade. O que se vê no local são pequenas poças de um líquido cinza, grudento e mal cheiroso.

Estiagem

A coluna imagina que a histórica seca de 2014, que deixou milhares de pessoas sem água por cerca de duas semanas, fosse o pior dos pesares. Ledo engano; neste ano, a situação, conforme apurou a coluna, deve ser pior ainda. Medidas drásticas, que preveem multas e corte de água  para quem for flagrado limpando calçadas e lavando carros com água potável devem ser anunciadas pela Copasa-MG em parceria com a prefeitura de Lafaiete nos próximos dias (veja matéria na página D1 desta edição).

Inclemente

Para piorar ainda mais a  situação de penúria vivida pelo município, a água que apagou o criminoso incêndio da Serra do Ouro Branco e, nesta semana, da Serra de Itatiaia, foi tirada dos hidrantes de CL. Segundo consta, foram quase 500 mil litros do precioso líquido usados no combate às chamas.

Segurança

Chamou a atenção até deste humilde escriba, nesta semana, a quantidade de tiras e rapas circulando pelas ladeiras íngremes e secas dessa trepidante cidade. O grande número de viaturas e meganhas tem a ver com a semana do trânsito e também com o aniversário de nossa gloriosa Lafaiete. O certo é que a população aprovou a volta da dupla de tiras fazendo rondas em pontos estratégicos do Centro. Oremos!

Que coisa

Com todo o respeito que a CDL-CL merece, mas como diria o impoluto Anselmo Gois, de O Globo, ?costeleichão?é o cacete. Este irascível colunista ainda prefere a boa e a gostosa ?costela ao fogo de chão?.

 



Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 09/10/2017